Aleteia
Segunda-feira 26 Outubro |
São Fulco
Estilo de vida

Senso de escassez compromete planos para o futuro

© Riccardo Mayer / Shutterstock

Octavio Messias - publicado em 10/05/20

Ao só pensar nos problemas, não enxergamos as soluções

Se estiver sozinho em uma floresta e se deparar com um urso, você não vai planejar o que comer quando terminar o passeio, não vai pensar em como pagar a mensalidade da escola das crianças, não vai nem pensar na Covid-19. Toda a sua energia, todos os seus pensamentos e todas as suas ações serão regidos pelo instinto de sobrevivência e todos os recursos que você tiver vão ser usados para encontrar uma saída e salvar a sua vida.

Não nos esqueçamos que nosso cérebro é engatilhado por descargas elétricas. Toda ação do pensamento fica limitada ao que nas neurociências é conhecido como largura de banda, o que pode ser entendido como um campo limitado pelo qual o cérebro transmite informações por meio de suas conexões. Ele está programado para operar em uma determinada frequência ao identificar, às vezes muito antes de nossa consciência, sinais de perigo. Como, por exemplo, todos os problemas sanitários, de saúde e econômicos que chegaram com o novo Coronavírus. Tendemos a só pensar nos problemas, e isso nos impede de planejar o futuro.

Como disse o psicólogo Eldar Shafir, professor de psicologia da Universidade de Princeton, no podcast The Why Factor, da rede BBC, milhões de pessoas em condição de escassez material têm menos condições de construir uma vida melhor e prosperarem. Não porque elas não queiram ou não têm capacidade, mas porque o cérebro delas está sobrecarregado com informações referentes à miséria, o que, por um efeito de escassez, de esgotamento cognitivo, os impede de enxergar além dela.

“Pense como se você estivesse dirigindo na estrada durante uma tempestade. Você vai focar na estrada imediatamente à sua frente, não vai enxergar por sua visão periférica. Ocorre literalmente um efeito visual que você consegue enxergar o que está imediatamente à sua frente, e o que está na lateral perde foco. Você pode até não notar outdoors na estrada ou sinais de trânsito”, ilustra o pesquisador. 

“O mesmo vale para quando você está fazendo malabarismos com a pobreza, quando você não sabe se terá dinheiro para jantar na sexta ou para o aluguel no final do mês. Você está dirigindo na tempestade, focando no que está logo em frente, e o periférico não recebe a sua atenção”, diz. “Quando você foca em momentos de escassez, você se sai muito bem naquilo que está focando. Tanto que os pobres tendem a controlar seu dinheiro e saber muito mais o preço das coisas do que os ricos. Mas quando você não planeja o futuro, há um preço a ser pago por isso.” 

O que faz com que agora, em meio à turbulência da pandemia, pensar além dos problemas e conseguir enxergar de uma perspectiva de fora da crise torna-se um desafio ainda maior. Ao qual devemos nos ater com disciplina. Em meio a problemas, não importa o quão insolucionáveis possam parecer, devemos respirar fundo e tentar enxergar além do problema. Avaliar a situação, com tranquilidade, usando a razão. Sair do modo escassez e projetar abundância, pensar no futuro e tentar identificar todas as oportunidades em que não estamos prestando atenção.

Em vez de só vermos o problema, devemos focar na solução.  

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Tags:
CoronavírusDoençaEconomiaPandemiaSaúdeSociedadeTrabalho
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Philip Kosloski
3 poderosos sacramentais para ter na sua casa
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
Papa Francisco
Francisco Vêneto
Papa Francisco e casais homossexuais: o que e...
Aleteia Brasil
O milagre que levou a casa da Virgem Maria de...
SAINT MICHAEL
Philip Kosloski
Oração a São Miguel por proteção contra inimi...
Rosário
Philip Kosloski
Benefícios do Rosário: 3 virtudes que aprende...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia