Aleteia
Quarta-feira 21 Outubro |
São Bertoldo de Parma
Estilo de vida

Quarentena: como parar de descontar a ansiedade na comida

FISH SANDWICH

Shutterstock

María Eugenia Brun - publicado em 11/05/20

Isso só será possível se alimentarmos bem o nosso corpo e, principalmente, a nossa alma

A maioria das pessoas vive com ansiedade e estresse. A ansiedade é uma emoção, um sentimento produzido diante de um perigo externo. Ou seja: é um mecanismo de alerta que o nosso organismo tem para se manifestar.

Mas a ansiedade se torna um problema quando não desaparece e, ao contrário, se torna cada vez mais frequente.

Atualmente, vivemos uma situação extraordinária: o fato de estarmos trancados em nossas casas para evitar a propagação da Covid-19 faz com que nosso corpo reaja de várias maneiras a este momento de incerteza.

Uma das formas reação é através da ansiedade. E as mulheres são mais atingidas por este distúrbio que pode causar sobrepeso ou obesidade, sintomas mais intensos da menopausa, depressão etc.

As causas da ansiedade

São vários os fatores que desencadeiam a ansiedade. O tipo de personalidade, por exemplo, pode provocar um comportamento de timidez excessiva, negativismo e pessimismo.

Os fatores hereditários, a má reação consigo mesmo, os altos níveis de estresse e os traumas vividos também contribuem para o surgimento da ansiedade.

Ansiedade X Alimentação

É comum não ouvirmos os sinais do nosso corpo e da nossa mente e “comermos por comer”. É difícil para nós percebermos que podemos comer sem estarmos com fome, mas apenas ansiosos. Não percebemos, mas acabamos compensando algumas carências com a comida.

O problema não é só o que comemos nesses momentos de ansiedade, mas não saber ouvir e utilizar as ferramentas necessárias para administrar as emoções.

Como parar de descontar a ansiedade na comida

Precisamos saber como administrar carências sem descontar tudo na comida. Para isso, temos algumas alternativas, como:

  • Distrair a mente através da leitura, desenhando, assistindo filmes, fazendo cursos online, brincando com as crianças, limpando a casa ou ouvindo música;
  • Rezar, pois a oração é um momento para refletir e ouvir o que nossa alma e nosso corpo nos dizem. É o momento de nos encontramos com Deus e pedirmos que ele nos ajude nesses tempos difíceis;
  • Fazer atividade física pelo menos três vezes na semana. Neste momento, você pode acompanhar as aulas online de dança, zumba ou da modalidade que mais te agrada;
  • Dormir bem, pois o sono é fundamental para alimentar o corpo e a mente. Para evitar a insônia, tente evitar se expor a telas (TV, computador ou celular) antes de dormir, apagar as luzes e gerar um ambiente propício para o descanso;
  • Alimentar-se bem. Não é momento para seguir a primeira dieta que achamos na internet ou fazer um regime com grandes restrições. Foque nos alimentos mais saudáveis para garantir um bom funcionamento do corpo e do sistema imunológico.

Precisamos de uma vez por todas romper com a cadeia que nos leva à ansiedade por comida. Temos que tomar as rédeas e melhorar nossos hábitos, fazendo com que esse sentimento de angústia não se aflore. Isso só é possível se alimentarmos bem o nosso corpo e a nossa mente.


RELATIONSHIP

Leia também:
Quarentena ensina importância de manter a casa limpa

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Tags:
CoronavírusDepressãoDescansoEstresse
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
CARLO ACUTIS
John Burger
Como foram os últimos dias de vida de Carlo A...
violência contra padres no Brasil
Francisco Vêneto
Outubro de cruz para padres no Brasil: um per...
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
Pe. Gilmar
Reportagem local
Padre é encontrado após três dias desaparecid...
CHILE
Reportagem local
Duas igrejas são incendiadas durante protesto...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia