Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Quinta-feira 29 Outubro |
São Colmano
home iconEstilo de vida
line break icon

Imaginar seu futuro pós-pandemia é uma forma de torná-lo presente

fizkes - Shutterstock

Mathilde de Robien - publicado em 12/05/20

Comece se perguntando: quem vou visitar quando tudo isso acabar? Qual será minha primeira viagem?

O distanciamento físico causado pela pandemia de COVID-19 faz com que muitos sintam que suas vidas estão em modo de espera. O tempo parece suspenso no espaço estreito de nossas casas e na incerteza do que virá depois disso, como se estivéssemos vivendo uma pausa no desenrolar de nossas vidas.

Assim como quase não há movimento nas ruas, a imobilidade passou a residir em nossas vidas e, às vezes, até em nossas emoções: nossos projetos são cancelados ou adiados e nossos objetivos e desejos são entorpecidos por ansiedade ou melancolia.

O psicanalista francês Jean-Guilhem Xerri explica: “Diversas manifestações estão começando a aparecer, variando da inquietação que evolui para a ansiedade, da irritabilidade à agressividade e violência, sentimentos de depressão e, por último, comportamentos viciantes que aparecem ou ressurgem”.

Com base nessa observação, ele nos convida a redescobrir a nossa “mobilidade interior”, a fim de estabelecer um novo equilíbrio.

Imaginar o futuro para viver melhor o presente

Como podemos recuperar a “mobilidade interior”? Para Jean-Guilhem Xerri, isso envolve duas práticas: lembrar o passado e projetar o futuro.

Lembrar as dificuldades que já superamos nos ajuda a conquistar as do presente, enquanto “projetar-nos para o futuro nos ajuda a viver melhor no momento presente com todos os seus desafios”, explica o psicanalista.

“Imaginar o futuro tem um grande valor”, diz ele, “o de nos colocar de volta em movimento, para recuperar o impulso, a criatividade e o desejo.” Vamos simplesmente nos perguntar: “Quem irei visitar quando o período de isolamento terminar? Qual será minha primeira viagem? O que eu quero experimentar depois que isso acabar?”. Nossa imaginação pode fornecer uma ampla gama de opções.

Não importa se os desejos que fazemos flutuam de um dia para o outro ou nunca se realizam. O objetivo não é fazer compromissos esculpidos em pedra, mas reviver nossos desejos, expressar nossos sonhos e encontrar a “mobilidade interior” tão em falta neste momento. Tudo isso tem um efeito benéfico no presente.

“Imaginar o período pós-confinamento é uma maneira de fazê-lo existir no presente”, diz Xerri. Então, vamos dar liberdade às nossas imaginações!

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Tags:
CoronavírusDepressãoPsicologia
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
Aleteia Brasil
O milagre que levou a casa da Virgem Maria de...
Philip Kosloski
3 poderosos sacramentais para ter na sua casa
Reportagem local
Corpo incorrupto de Santa Bernadette: o que o...
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
OLD WOMAN, WRITING
Cerith Gardiner
A carta de uma irlandesa de 107 anos sobre co...
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia