Aleteia

Um homem deve amar mais a sua esposa que a sua mãe?

MARRIAGE
Bbernard - Shutterstock
Compartilhar

Cada uma deve ocupar um lugar específico na vida do homem

“O homem que trata a sua mulher como uma princesa é porque foi criado por uma rainha”

O ditado acima conserva uma verdade. É preciso agradecer a essas rainhas que souberam educar cavalheiros. Obrigada a todas vocês! São homens que conhecerem algumas ou todas as maneiras de dizer “eu te amo” à sua mulher.
No entanto, há situações em que parece que a “rainha” quer ser a “princesa”. Acontece que, quando os filhos se casam muitas mães não entendem o significado da passagem bíblica que diz “O homem deixará seu pai e sua mãe e se unirá à sua mulher; e os dois formarão uma só carne” (Mateus 19,5).

O fato é que não se trata de amar mais a mulher do que a mãe; cada uma ocupa um lugar específico na vida do homem. Por isso, quando um homem se casa, a esposa deve ser a a mulher número de sua vida.

Por outro lado, é importante que a esposa aceite que mãe sempre será o primeiro grande amor do seu marido. É a mulher que lhe deu a vida, que o criou, que lhe deu todo o amor do mundo.

Sei que este é um tema sensível, por isso o trato com a maior delicadeza, pensando não só como mãe de homens, mas como especialista em assuntos conjugais.

Para começar, devo dizer que, para mim, será uma verdadeira vitória ver meus filhos casados e tratando suas mulheres como rainhas, dando-lhes o lugar que elas merecem como suas companheiras de vida. Meu lugar será sempre o de mãe, nada mais.

Como orientadora matrimonial, ouço inúmeras histórias de terror referentes a esse tema. Os casais vivem muito bem o casamento até que a sogra apareça. Isso acontece sempre que ela quer interferir na relação.

O mais triste e doloroso para a esposa é quando o marido coloca a mãe em um lugar preferencial, passando por cima da mulher. Essa situação a faz se sentir abandonada e pisoteada por quem prometeu amá-la e protegê-la por toda a vida.

Senhores, nenhum marido coerente deve colocar as opiniões ou desejos, gostos ou caprichos de sua mãe acima dos de sua mulher.

Por outro lado, as sogras precisam ser mais inteligentes e nunca falar mal da nora, muito menos crítica-la sobre as diferentes questões que afetam a vida familiar, principalmente sobre a organização da casa, a alimentação, a educação dos filhos ou outros detalhes do casamento

Se a nora não se sentir amada nem aceita pela sogra, essa relação não será boa. É como se as duas se sentissem ameaçadas uma pela outra. Se o marido ficar sempre do lado da mãe, a situação se tornará frustrante para a esposa.

O que os maridos precisam ter em mente é que ambos os amores são igualmente importantes: sua mãe sempre será sua mãe e você sempre deverá respeito e amor a ela. Mas à sua esposa você deve sua total devoção, seus cuidados, sua proteção etc.

São amores tão distintos e grandes que nunca deveriam entrar em conflito. Não deveria haver nem comparação entre eles. A mãe, insisto, sempre será mãe, e nunca há de ser motivo para que a esposa vire ex-esposa.

Entendamos: não é questão de competência ou de rivalidade, mas que cada uma ocupe o lugar que lhe corresponde.

Maridos: trabalhem para ter um bom casamento e uma boa relação com sua mãe. Mas lembre-se: o casamento vem em primeiro lugar. Sua mulher é prioridade, mais que os filhos. Lembre-se do que você prometeu a ela diante de Deus: amá-la, respeitá-la e dar a sua vida por ela, caso seja necessário.

Boletim
Receba Aleteia todo dia