Aleteia
Terça-feira 27 Outubro |
São Fulco
Estilo de vida

Como fazer sua parte para combater o coronavírus

HEALTHCARE

EVG photos | Pexels CC0

Octavio Messias - publicado em 15/05/20

Superação da pandemia depende de mobilização de cada um

Há pelo menos 75 anos a humanidade não era colocada a prova como com pandemia do novo coronavírus. E agora, ainda mais do que após a Segunda Guerra Mundial (1939-1974), o bem-estar da nossa espécie e a quantidade de sobreviventes depende principalmente de como cada um de nós colabora com a disseminação do vírus. Se cada um de nós fizer a sua parte, com consciência e disciplina, a humanidade sairá vitoriosa. 

Neste momento, não existe essa dicotomia estapafúrdia entre saúde e economia. Sem saúde, sem braço de trabalho, sem segurança, não existe economia. A economia existe a serviço do homem. Colocá-la acima da saúde e do bem-estar das pessoas me parece um erro irreparável. 

E o melhor que podemos fazer uns pelos outros, hoje, é contribuir ao máximo para que esse vírus não se reproduza e não contamine ainda mais. Lembrando que estamos falando de um vírus que demora cerca de cinco dias para desencadear os primeiros sintomas, ao qual cerca de 44% da população se mostra assintomática, servindo como meros portadores e transmissores, existem vários cuidados que cada um pode tomar para fazer sua parte. Dos mais básicos, como não sair de casa exceto o extremamente necessário e usar sempre máscara em público, a cuidados mais específicos.

Nos EUA, há estudos que mostram que a maioria dos norte-americanos contrai o vírus em sua própria casa. Ou seja, na maioria das vezes um membro da família sai para ir no mercado ou na drogaria, contrai o vírus e contamina todos que moram com ele. 

Além de sair o mínimo possível, é preciso sempre higienizar as compras logo ao chegar em casa, depois higienizar a superfície onde elas foram manipuladas, e tomar o máximo cuidado para que as sacolas não contaminem os móveis. O mesmo vale para as roupas com as quais a pessoa sai. 

É útil reservar uma área “contaminada”da casa, de preferência na entrada, onde se possa tirar a roupa, que deve ir direto para a máquina de lavar, e deixar os sapatos que tiveram contato com a rua. Em vez de tomar banho antes de sair de casa, passe a tomar ao voltar para casa, e lave sempre as mãos. 

Ao receber entregadores, use máscara e tente pegar as encomendas pela beirada, sem deixar de higienizar embalagens, descartar sacolas da maneira correta e, novamente, lavar as mãos. Com isso em mente, o banheiro é uma área da casa que costuma ser foco de transmissão, pois as pessoas acabam encostando nos mesmos pontos das torneiras, descargas, puxadores e maçanetas. Importante aumentar a frequência e limpar até os detalhes no ambiente. O mesmo vale para computadores compartilhados, as maçanetas de todas as portas, a mesa das refeições e o controle da TV. 

Se precisar dirigir, passe álcool gel na maçaneta, no volante, nas alavancas do câmbio e da seta. Ao voltar para casa, imediatamente lave as mãos. Também lembre-se evitar tossir e espirrar ou ao menos tapar a boca com o braço quando estiver junto com outra pessoa. Evite conversar a menos de 1,5 metro dos membros da sua família e procure isolar aqueles que se enquadram no grupo de risco (idosos e portadores de condições de saúde pré-existentes). 

Nesses tempos, manter a distância significa mais cuidado do que um abraço. 

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Tags:
CoronavírusPandemiaSaúde
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Philip Kosloski
3 poderosos sacramentais para ter na sua casa
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
Aleteia Brasil
O milagre que levou a casa da Virgem Maria de...
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
SAINT MICHAEL
Philip Kosloski
Oração a São Miguel por proteção contra inimi...
Pe. Zezinho
Francisco Vêneto
Duas emissoras brasileiras deturpam fatos em ...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia