Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Sábado 31 Outubro |
Beato Domingos Collins
home iconAtualidade
line break icon

COVID-19, uma 'janela de oportunidades' para o crime organizado na América Latina

JOSEPH EID / AFP

Dans les environs de Beyrouth pendant le confinement, en avril 2020.

Agências de Notícias - publicado em 17/05/20

As medidas para evitar contágios, como fechamentos de fronteiras e confinamento da população, potencializaram as multinacionais do crime, longe de dissuadi-las

Tráfico de suprimentos médicos, desenvolvimento de crimes cibernéticos, assistência social para fortalecer o controle territorial: a COVID-19 se tornou “uma janela de oportunidades” para o crime organizado na América Latina – afirmaram especialistas em um fórum convocado pela Organização dos Estados Americanos (OEA).

Desde meados de março, quando o surto do novo coronavírus foi declarado uma pandemia pela Organização Mundial da Saúde (OMS), os países se concentraram em atender a crise econômica e de saúde.

As medidas para evitar contágios, como fechamentos de fronteiras e confinamento da população, potencializaram as multinacionais do crime, longe de dissuadi-las.

“O crime organizado encontrou mais do que um desafio. Encontrou uma janela de oportunidades para se projetar”, afirmou na sexta-feira o diretor do Departamento de Crime Organizado Transnacional da OEA, Gastón Schulmeister.

A emergência “revalidou” estes grupos, disse ele, ao alertar sobre o “perigo de permeabilidade social, especialmente em um cenário de crise econômica”.

– Deslegitimação “alarmante” do Estado –

A “tendência mais alarmante” é a capacidade das organizações criminais transnacionais (TOC, em inglês) de preencherem as lacunas de um Estado ausente, substituindo-o como “um ator legítimo e prestador de serviços”, destacou o presidente da consultoria americana IBI Consultants, Douglas Farah.

No México, os cartéis distribuem comida e medicamentos; e, em Honduras, as gangues organizam campanhas de desinfecção de veículos para proteger da COVID-19 nos territórios sob seu controle, exemplificou.

Embora o poder nesses grupos ainda seja muito masculino, na última década uma mudança começou a ser observada no papel da mulher, por herdar o negócio de seus maridos, ou dos pais, ou por entrar no tráfico de drogas.

Schulmeister destacou “a visão de que não se deve pensar nas mulheres apenas como vítimas do crime organizado, mas também como vitimizadoras”. Ao mesmo tempo, pediu para que pensem nelas como “agentes de mudança, em papéis de policiais, ou investigadoras”.

– Ouro ilegal e máscaras –

Com as forças de segurança dos países concentradas na vigilância interna, o controle das fronteiras diminuiu, impulsionando outros negócios ilícitos, como o tráfico de ouro.

“Vemos uma enorme quantidade de ouro saindo da Venezuela, de Nicarágua”, afirmou Farah, que comparou a mineração ilegal “em grande escala” nestes países com um “sangramento”.

A Venezuela é o “foco regional” de onde sai o ouro para Brasil, Guiana e Colômbia, completou.

No contexto de sua “adaptabilidade” à pandemia e de sua capacidade de aproveitar todas as “brechas no sistema”, as TOCs também apostaram em “diversificar” seus produtos, como remédios e vacinas para o coronavírus e o contrabando de máscaras.

(AFP)

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Brasileira Simone Barreto Silva é vítima de ataque terrorista na catedral de Nice
Reportagem local
Brasileira é vítima no ataque terrorista na c...
Reportagem local
França: atentado na basílica de Notre Dame em...
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
Pe. Robson de Oliveira
Francisco Vêneto
Defesa desmente Fantástico, da TV Globo, em n...
Aleteia Brasil
O milagre que levou a casa da Virgem Maria de...
Reportagem local
Corpo incorrupto de Santa Bernadette: o que o...
Philip Kosloski
3 poderosos sacramentais para ter na sua casa
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia