Aleteia

América Latina e Caribe passam de 30.000 mortes por COVID-19

MANAUS
MICHAEL DANTAS | AFP
Compartilhar

O Brasil é o país mais afetado pela pandemia na América Latina, com 254.220 contágios e 16.792 mortes

A América Latina e o Caribe superaram nesta segunda-feira (18) as 30.000 mortes pelo novo coronavírus, que infectou mais de meio milhão de pessoas na região, segundo um balanço da AFP elaborado com dados oficiais.

No total, a região somava nesta segunda-feira às 19h de Brasília (22h GMT) 538.126 casos, sendo 30.076 óbitos.

O Brasil é o país mais afetado pela pandemia na América Latina, com 254.220 contágios e 16.792 mortes, embora os especialistas considerem que as cifras oficiais escondem uma realidade muito mais trágica, devido à falta de testes.

O segundo país da região mais afetado em número de casos é o Peru, com 94.933 infectados e 2.789 falecidos.

Em terceiro lugar está o México, com 49.219 contágios e 5.177 mortos.

O Chile, o quarto país da região em número de casos, soma 46.059, com 478 falecidos.

A cifra de casos diagnosticados positivos positivos só reflete parte do total de contágios, devido às políticas díspares dos diferentes países para diagnosticar as infecções e a que apenas alguns o fazem com pessoas que precisam de hospitalização.

No mundo, mais de 4,7 milhões de pessoas se contagiaram com o novo coronavírus, que surgiu na China em dezembro de 2019. Delas, mais de 316.000 morreram e mais de 1,7 milhão se recuperaram.

(AFP)

Boletim
Receba Aleteia todo dia