Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Cadastre-se e receba Aleteia diretamente em seu email. É de graça.
Receber

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

Falece quarto bispo vítima do coronavírus no mundo

BISKUP
Antonio Nardelli | Shutterstock
Compartilhar

Dom Vincent Malone, 88 anos, é o primeiro bispo do Reino Unido a morrer de covid-19

O bispo auxiliar emérito dom Vincent Malone, da arquidiocese inglesa de Liverpool, faleceu nesta segunda-feira, 18, aos 88 anos de idade, em decorrência da covid-19.

Dom Vincent é o quarto bispo no mundo e o primeiro no Reino Unido a morrer devido ao coronavírus, para o qual havia testado positivo na semana passada. Ele estava em tratamento no Royal Liverpool Hospital.

Em 1982, ele ajudou a coordenar a histórica visita do Papa São João Paulo II à Grã-Bretanha. Foi bispo auxiliar de Liverpool entre 1989 e 2006, quando chegou à idade-limite de 75 anos e passou a trabalhar como vigário geral da arquidiocese até o ano passado. Ele também era o cônego da catedral metropolitana.

Testemunhos

O arcebispo de Westminster, cardeal Vincent Nichols, destacou em especial algumas virtudes de dom Malone no relacionamento com as pessoas:

“Sua infinita paciência em fazer bem cada aspecto do trabalho da catedral… Sua delicada cortesia com todas as pessoas, inclusive com aqueles que eram às vezes mais difíceis… Sua amabilidade com os necessitados que batiam à sua porta…”

O arcebispo de Liverpool, dom Malcolm McMahon, também enfatizou a cordialidade do falecido bispo auxiliar:

“Seu ministério como sacerdote e bispo se caracterizou pela amabilidade à prova de tudo e pelo respeito às pessoas que ele conhecia e a quem servia. Dom Vincent me disse que tinha gostado de ser bispo auxiliar porque isso o mantinha perto do povo”.

O prefeito de Liverpool, Joe Anderson, foi outra personalidade pública a recordar os bons exemplos de dom Vincent:

“Um verdadeiro cavalheiro, um homem humilde e dedicado, cuja missão era servir a Deus, a arquidiocese e o povo de Liverpool. Ele fez isso muito bem”.

Outros bispos falecidos

A covid-19 também foi apontada como a causa da morte dos seguintes prelados:

  • Dom Angelo Moreschi, salesiano italiano, vigário apostólico de Gambella, Etiópia;
  • Dom Gérard Mulumba Kalemba, bispo emérito de Mweka, República Democrática do Congo;
  • Dom Emilio Allue, bispo auxiliar de Boston, Estados Unidos.

Além deles, faleceu também o bispo chinês dom Joseph Zhu Baoyu, de 98 anos, que tinha sido infectado pelo coronavírus, mas já estava recuperado fazia algumas semanas. A causa de sua morte, portanto, não foi a covid-19.

Quanto aos sacerdotes falecidos devido a essa doença, já são centenas. Só na Itália, segundo o Avvenire, jornal da conferência episcopal do país, 119 padres faleceram em decorrência do coronavírus até 4 de maio.

____________

Com informações da agência católica ACI Digital

Boletim
Receba Aleteia todo dia