Aleteia
Terça-feira 20 Outubro |
São Cornélio
Atualidade

A série católica que teve público de mais de 1 bilhão

The Chosen | Vidangel Studio

Reportagem local - publicado em 22/05/20

Produzida em esquema de crowdfunding, The Chosen está disponível em site e aplicativo  

Recentemente, falamos por aqui sobre esta série em uma matéria sobre filmes e séries católicos. Mas esta merece um espaço só para falar dela. The Chosen (“o escolhido”), em inglês), série revolucionária sobre a vida de Jesus, com efeitos visuais, dramaturgia e fotografia que não ficam devendo a grandes séries norte-americana. “Sem dúvida logo se tornará a obra mais conhecida e celebrada na história da mídia cristã”, previu o MovieGuide, afiliado da Comissão Cristã de Filme e Televisão, nos Estados Unidos.

A série foi lançada pela plataforma de streaming norte-americana VidAngel, e conta a história de Cristo através dos olhos de seus seguidores. Ela pode ser assistida pelo aplicativo The Chosen ou pelo site.  Este vídeo ensina didaticamente como acessar o conteúdo: https://www.youtube.com/watch?v=7RcnLapFkB0

A parte inicial série foi lançada por uma campanha de financiamento coletivo, o crowdfunding, que arrecadou mais de 10 milhões de dólares de 16 mil investidores. De acordo com a VidAngel, mais de 1 bilhão de pessoas em todo o mundo assistiram à série. 

O diretor Dallas Jenkins, que se descreve como evangélico que crê na bíblia, conversou com a Aleteia no final do ano passado. 

Como foi a estreia de The Chosen

É difícil lançar algo com um novo plano de distribuição para um marketplace disputado, especialmente com um orçamento baixo. Foi pago com crowdfunding, então tivemos de gastar com muito cuidado. Está demorando um tempinho para as pessoas saberem da série e como assistir, mas a reação tem sido incrível até agora. As pessoas estão assistindo várias vezes e organizando reuniões para assistir em grupo. 

Quais foram os principais desafios? 

Quanto tempo você tem? Sim, o projeto todo tem sido um desafio, do começo da campanha de crowdfunding, do zero, até filmar no Texas uma história que se passa 2.000 anos no Oriente Médio, para tentar lançá-lo completamente fora do sistema. Nada foi fácil em nenhuma etapa. Mas ver os resultados têm sido empolgantes, bater o record de crowdfunding e ver os quatro primeiros episódios prontos. Aprendemos a dançar conforme a música. 

No que você espera que a série se torne? Você a descreveu como uma série para maratonar na qual dá para realmente investir nos personagens? 

Sim, é por aí. Acredito que se você ver a vida de Jesus pelos olhos daqueles que o conheceram, você pode ser impactado e mudar da mesma maneira. E, o melhor a fazer seria no formato de uma série com várias temporadas, onde temos tempo para conhecer e nos identificar com os personagens, e ir mais fundo naquelas incríveis histórias bíblicas. 

Fale sobre locações e o processo de testar e trabalhar com o elenco. 

Filmamos a primeira temporada no Texas, um misto de plataformas de som e estúdio no meio do nada que é a recriação do Carfanaum. Em termos de elenco, focamos em encontrar o melhor intérprete para cada papel. Não estamos procurando celebridades. E estamos fazendo o possível para garantir que somos o mais fiéis possível à localização e à época, de modo que os únicos caucasianos são os soldados romanos. 

Como você atesta a autenticidade das Escrituras?

Meus parceiros de roteiro e eu começamos com as Escrituras como nossa fundação, conforme nos consultamos com o rabino messiânico Jason Sobel, com o padre católico David Guffey e o professor do evangelho Dr. Doug Huffman.  Não concordamos necessariamente em tudo teologicamente, claro, mas todos acreditamos que a Escritura é a Palavra de Deus. Tentamos considerar todo o contexto bíblico, histórico e cultural conforme desenvolvemos as histórias e garantir que as histórias paralelas que acrescentássemos fossem fiéis à intenção da escritura. 

Sobre o que será a próxima leva de episódios e quando você pretende lançá-los?

A primeira metade da temporada consiste na reunião de Jesus com seus fiéis, mas é legal que vemos pessoas como Nicodemos, Mateus e Simão antes de eles encontrarem Cristo, então os eventos e chamados ganham ainda mais impacto. Temos alguns grandes momentos na segunda temporada e estamos muito animados com eles. 

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Tags:
ArteCinema
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
st charbel
Reportagem local
Por acaso não está acontecendo o que São Char...
Ellen Mady
Para Jesus não existe novena melhor do que es...
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
ícone São Lucas Nossa Senhora Jesus médico
Reportagem local
Oração a São Lucas, evangelista e médico, pel...
violência contra padres no Brasil
Francisco Vêneto
Outubro de cruz para padres no Brasil: um per...
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia