Aleteia logoAleteia logoAleteia
Quinta-feira 30 Junho |
Beato Basílio Velyckovskyj
Aleteia logo
Religião
separateurCreated with Sketch.

Por que Santa Rita de Cássia é a padroeira das causas impossíveis

ŚWIĘTA RITA

Shutterstock

Reportagem local - publicado em 22/05/20

Três dias após sua morte, um morador de Cássia, Domenico Angeli, registrou 11 milagres atribuídos à sua intercessão

A humilde Santa Rita de Cássia, que viveu no século XV, já era em vida uma poderosa intercessora, sempre rezando pelos mais necessitados, e continuou a ser venerada como intercessora também após sua morte, decorrente de tuberculose: o autor Bert Ghezzi relata que, três dias depois da morte dela, um notável morador da cidade italiana de Cássia, Domenico Angeli, registrou onze milagres atribuídos à intercessão de Rita.

Desde então, incontáveis milagres foram relatados como decorrentes da sua intercessão celestial, muitos deles relacionados a causas consideradas impossíveis.

No entanto, a Igreja demanda muitos estudos, testemunhos e críticas ao analisar e chancelar milagres, o que explica que só em 1900 é que Rita foi oficialmente canonizada. E estes são os 3 milagres registrados no seu decreto de canonização:

1

O primeiro milagre consiste naquele perfume agradável que emana dos restos do corpo da santa, cuja existência é confirmada por muitas testemunhas confiáveis […], de modo que duvidar desse fato seria absurdo. Além disso, nenhuma causa natural pode ser dada para a existência desse odor, como vemos na pesquisa física que foi feita por homens mais habilidosos em tais coisas. Ademais, este odor difunde-se de um modo que ultrapassa as leis usuais da natureza. Por isso, devemos estar convencidos de que esta fragrância tem sua origem na intervenção divina.

2

O outro milagre aconteceu com Elizabeth Bergamini, uma jovem que corria o risco de perder a visão devido à varíola. Depois que os médicos lhes afirmaram que a condição da criança era tão séria que a ajuda médica poderia ser inútil, seus pais decidiram mandá-la para o convento agostiniano de Cássia, suplicando fervorosamente a Santa Rita que livrasse a filha da cegueira. Chegando ao convento, a criança vestiu um traje em homenagem à santa. Depois de quatro meses, Elizabeth anunciou que estava conseguindo enxergar. Juntamente com as freiras, ela começou a dar graças a Deus por ter operado aquele milagre através de Santa Rita.

3

O terceiro milagre aconteceu com Cosimo Pellegrini, que sofria de gastroenterite crônica e hemorroidas tão graves que não havia esperança de recuperação. Retornando um dia da igreja, ele ficou tão fraco com um novo ataque de sua doença que quase morreu. Os médicos recomendaram que ele recebesse os últimos sacramentos. Ele os recebeu na cama, com toda a aparência da morte que se aproximava. De repente, porém, ele viu Santa Rita, que parecia cumprimentá-lo. Sua antiga força e apetite retornaram, e, em pouco tempo, ele conseguiu fazer o trabalho de um jovem, embora fosse já septuagenário.

Confira no artigo abaixo a tradicional oração dedicada a Santa Rita de Cássia:

Biografia

Margherita Lotti nasceu em meados do ano 1381, em Roccaporena, Itália, filha do casal de idade avançada Antonio Lotti e Amata Ferri Lotti. Conseguiram esta filha depois de preces fervorosas e apenas 12 anos após o casamento, de modo que a pequena Rita foi acolhida como um verdadeiro dom da Providência.

Mais tarde, já entrada na idade jovem, Rita Conheceu Fenando Mancini, um dos cavaleiros mais ricos e poderosos da região. Por obediência à família, Rita acabou casando com esse homem, conforme o costume do tempo.

Teve uma vida conjugal difícil, devido aos hábitos da nova família e ao caráter do marido. Após o casamento revelou-se um homem, além de infiel, grosseiro, impertinente, irascível e violento. O casamento durou 18 anos e foi para ela verdadeira via-sacra, apesar de ter lhe dado um par de filhos gêmeos. Ela sofria, rezava e calava. Longe de se exasperar ou abandonar o lar, oferecia seus sofrimentos e orações a Deus para alcançar a conversão do marido. Por fim, a mansidão e o amor de Rita transformaram aquele homem rude e bruto: ele se converteu e mudou sua vida conjugal. Embora verdadeiramente convertido, tinha deixado um rastro de violência e rixas entre alguns grupos da cidade. Assim, um dia ele saiu para trabalhar e não voltou para casa. Rita teve a certeza de que algo horrível tinha acontecido. No dia seguinte ele foi encontrado morto. Tinha sido assassinado. O pai de seu marido queria treinar seus netos, os filhos de Rita, pois queria lhes ensinar a batalhar, a fim de, posteriormente, vingarem a morte do pai. Ela então, pediu a Deus que não os deixasse cometer esse pecado mortal. Com o objetivo de protegê-los, a santa os enviou para um convento distante. Contudo, as freiras abrigavam doentes de peste que transmitiram a doença aos filhos de Margherita. Logo os dois ficaram muito doentes, de forma incurável. Antes que eles morressem, porém, Rita ajudou os dois a se converterem, ao amor de Deus e ao perdão. A graça foi tão grande que os dois conseguiram perdoar o assassino do pai, e morreram aos quatorze anos de idade.

Viúva e sem filhos, Rita procurou realizar o seu sonho de juventude. Bateu às portas do Convento das Agostinianas em Cássia, que não aceitava viúvas. Vendo que nada conseguiria do mundo, entregou sua causa a Deus e aos seus santos padroeiros. Sua confiança foi admiravelmente recompensada. Certo dia as monjas agostinianas de Cássia encontraram Rita dentro do seu claustro em posição de quem com muita devoção reza. Perguntada como conseguira entrar lá dentro, disse Rita que, seguindo a voz dos seus padroeiros, que a dirigiram e acompanharam, lá se achava, sem saber como se tinha efetuado a viagem. Diante deste fato, que evidentemente revelava a intervenção divina, as religiosas não mais se negaram a recebê-la. Rita, foi revestida com o hábito religioso, fez um ano de noviciando, e, no tempo marcado, emitiu os santos votos de pobreza, castidade e obediência.

Certa ocasião rezando aos pés da cruz Rita pediu a Jesus que pudesse sentir um pouco das dores que ele sentiu na sua crucificação. Então, um dos espinhos da coroa de Jesus cravou-se em sua cabeça e Santa Rita sentiu um pouco daquela dor terrível que Jesus passou. O espinho fez em Rita uma grande ferida de desagradável odor, de tal forma que ela tinha que ficar isolada de suas irmãs. Assim, ela fazia mais orações e jejuns para Deus e ficou com a ferida por 15 anos. A chaga só foi curada quando foi a Roma, no ano santo. Quando voltou ao mosteiro, porém, a ferida se abriu novamente.

Morreu dia 22 de maio de 1457, com 76 anos. Sua ferida cicatrizou-se e seu corpo começou a exalar um perfume de rosas. Uma freira chamada Catarina Mancini, que tinha um braço paralítico, ficou curada ao abraçar Santa Rita de Cássia em seu leito de morte.
Seu culto é um dos mais populares do mundo inteiro e é protetora absoluta das esposas e mães que se angustiam pelos maus-tratos dos esposos.

Santa Rita de Cássia foi beatifica no ano de 1627, em Roma, pelo Papa Urbano VIII. Sua canonização foi no dia 24 de maio de 1900, pelo Papa Leão XIII.

Tags:
intercessaoMilagreSantos
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

PT300x250.gif
Oração do dia
Festividade do dia





Envie suas intenções de oração à nossa rede de mosteiros


Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia