Aleteia

Como o amor nos deixa mais próximos do Céu

SUN,WOMAN
Compartilhar

Quanto mais amamos a Deus mais desejamos o Céu

Frequentemente, o Céu pode parecer abstrato para nós, e nossos pensamentos sobre a vida após a morte não motivam nossas ações diárias. Nesse cenário, o Céu é como uma lousa em branco e não tem substância real.

No entanto, o Céu está longe de ser abstrato; ele é o cumprimento de todos os nossos desejos mais profundos. O Céu é, acima de tudo, a união com Deus, uma pessoa real que nos ama ternamente.

Se conseguirmos mudar nossa mentalidade e começarmos a pensar no Céu como uma união de pessoas, passaremos a enxergar o Céu como um “banquete de casamento”, onde finalmente estaremos unidos ao nosso amado.

O escritor Rev. Bertrand L. Conway abordou esse assunto, dizendo:

“Vamos vê-Lo [no céu] porque O amamos e desfrutamos do prazer de sua companhia … a alma devota vê Deus porque ama a Deus perfeitamente e encontra seu perfeito contentamento em Sua presença abençoada … O verdadeiro amante pensa constantemente no amado … O verdadeiro amante anseia ardentemente pela presença do amado.”

Além disso, segundo o autor, quando o amor de Deus se torna nosso fator de motivação, tudo muda em nossa vida:

“O verdadeiro amante está disposto a fazer todas as coisas pelo amado. O fiel seguidor de Cristo acha fácil todo fardo, porque o amor o estimula … Com o amor como motivo e o reino de Deus como o fim do seu esforço, deixe os padrões do mundo em paz. Os homens podem sentir pena de você por sua saúde debilitada, desprezar sua pobreza e evitá-lo por sua grande tristeza, ‘estimando sua loucura de vida e sua morte sem honra’, mas Deus ‘o escolheu entre seus filhos, e a tua sorte será a felicidade eterna entre os seus santos'”. 

É por isso que o amor deve ser nosso principal motivo para seguir os Dez Mandamentos. Fazemos isso não por “obrigação”, mas porque amamos a Deus e queremos agradá-lo de todo o coração. A obrigação é sempre o ponto de partida, mas sempre deve terminar no amor.

O Céu, nessa perspectiva, se torna um lugar muito mais emocionante, pois estaremos unidos ao nosso amado por toda a eternidade! Longe de ser uma realidade obsoleta e abstrata, o Céu é uma união profunda e permanente que está além de qualquer coisa que possamos imaginar.

Boletim
Receba Aleteia todo dia