Aleteia

Morre Irmã Trini, a religiosa de 102 anos que levou esperança contra o coronavírus

HOSPITAL
Capture-Youtube
Compartilhar

Todos nos lembramos da grande alegria do momento de sua alta do hospital. Agora lamentamos sua morte devido às consequências da doença

Edelmira Prado, Irmã Maria Trinidad – ou apenas Irmã ‘Trini’, como era chamada – morreu na sexta-feira passada, depois de não ter superado as consequências da Covid-19.

A Irmã Trini ficou conhecida no mês passado depois de ser a paciente mais idosa a superar o coronavírus.

Ela pertencia à Sagrada Família de Bordéus e tinha 102 anos. Permaneceu hospitalizada por algumas semanas com a doença e sua alta levou esperança em um momento trágico na Espanha, quando o número de mortos por dia era de cerca de 1.000 pessoas.

A freira recebeu alta do Hospital Universitário Lucus Augusti, em Lugo, e deixou o centro sob aplausos dos médicos e enfermeiras e aos gritos de “Bravo!”

Em declarações a Europa Press, José Antonio Ferreiro, padre da paróquia de Lugo com o qual essa religiosa colaborava, expressara na época a alegria de todas as pessoas e sua comunidade.

“Ela é muito delicada, mas está bem, consciente, sorri”, observando que Trini “estava muito feliz quando chegou em casa.”

Mas a Irmã Trini acabou partido para a casa do Pai um mês após a alta hospitalar.

Ele não conseguiu superar as consequências da Covid-19. Sua esperança agora nos ilumina a partir de outro lugar.

Boletim
Receba Aleteia todo dia