Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Sábado 06 Março |
Bem-aventurada Rosa de Viterbo
home iconEstilo de vida
line break icon

Por que ouvimos mais músicas nostálgicas durante a pandemia?

WOMAN MUSIC

Mimagephotography - Shutterstock

Maria José Fuenteálamo - publicado em 01/06/20

Nada substitui o contato humano, mas uma boa canção pode nos trazer calma, alegria e cura

Ficamos sem shows. Sem cinema. Sem teatro. Grandes apresentações de música ao vivo foram proibidas nos países que decretaram o confinamento por causa da pandemia de coronavírus. Mas nada é capaz de parar a música. Portanto, ela nunca deixou de tocar.

Em todo o mundo, dezenas de artistas criaram temas novos e se apresentaram pela internet, em transmissões carregadas de solidariedade e apoio à luta contra a Covid-19.

Portanto, o confinamento não mudou, pelo menos temporariamente, a forma de ouvir música. É o que indicam as grandes plataformas musicais, que destacam: nos últimos meses, aumentou a tendência dos usuários de ouvir canções mais reconfortantes, nostálgicas e familiares.

Segundo o serviço de streaming Spotify, os temas mais recentes caíram de posição nas listas das mais tocadas. Por outro lado, aumentou a execução de temas relaxantes e instrumentais.


RECORD;PLAYER

Leia também:
Músicas nostálgicas disparam na quarentena

Música de décadas anteriores

Ainda de acordo com o Spotify,a execução de músicas nostálgicas aumentou 54% na primeira semana de abril, início da quarentena. Entre elas, as canções  que marcaram os anos 50, 50, 70 e 80.

E há mais dados que confirmam essa tendência. Uma pesquisa realizada pela Nielsen Music/MRC Data mostra que mais da metade dos entrevistados indicaram que, em dias difíceis, buscam consolo na música. A pesquisa foi feita nos Estados Unidos e os participantes tinham mais de 13 anos de idade.

Poder de cura

Os egípcios já usavam a música para ajudar no processo de cura do corpo e da alma. A musicoterapia é utilizada em vários tratamentos neurológicos. Mas não é preciso ir tão longe para comprovar que a música nos reconforta, nos faz sentir em paz – tudo o que temos buscado nesses longos dias em casa.

Muitas pessoas buscaram esse efeito positivo nas músicas que marcaram suas adolescências. Mas há também quem descobriu a música clássica, que também traz benefícios para a alma.

“Sossega-leão”

O poder da música tem sido estudado há muito tempo e nas situações mais extremas, como períodos de guerra. Todos já ouvimos que a música é um “sossega-leão”.

Pois bem: estudos científicos dizem que, ao ouvir música, o cérebro produz a dopamina, um neurotransmissor que produz sensação de prazer. É por isso, a música ajuda os médicos durante a preparação para cirurgias e partos, por exemplo. Muitos hospitais, inclusive, recomendam que as futuras mamães levem suas playlists para serem executadas no momento em que elas vão dar à luz.

A musicoterapia também é utilizada em tratamentos contra a depressão e o mal de Alzheimer. Como então não iria ajudar na nossa luta mental e física contra a Covid-19?

Ajuda aos enfermos

Muitas pessoas que contraíram a Covid-19 relataram que a música as ajudou nos momentos mais complicados da doença. Falamos não só de pacientes que ficaram em isolamento nos hospitais, mas também daqueles que permaneceram em casa.

Está claro, portanto, que nada substitui o contato humano, mas uma boa canção pode nos trazer calma, alegria e cura.

Tags:
CoronavírusCuraMúsica
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
MIRACLE
Maria Paola Daud
Mateo se perdeu no mar… e apareceu nos braços do pai
2
MADONNA
Maria Paola Daud
A curiosa imagem da Virgem Maria protetora contra o coronavírus
3
SAINT JOSEPH
Philip Kosloski
10 coisas sobre São José que você precisa saber
4
Reportagem local
Santo Sudário, novo estudo: “Não é imagem de morto, mas de ...
5
PADRE PIO
Philip Kosloski
A oração que Padre Pio fazia todos os dias ao Anjo da Guarda
6
Santo Sudário
Aleteia Brasil
Manchas do Santo Sudário são do sangue de alguém que sofreu morte...
7
SAINT JOSEPH
Philip Kosloski
Quantos anos tinha São José quando Jesus nasceu?
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia