Aleteia

3 maneiras de fazer amizade como Maria

FRIENDSHIP
Shutterstock
Compartilhar

A mãe de Jesus certamente conhecia algumas das lutas que enfrentamos

A amizade é crucial para o bem-estar humano. Quando não temos pelo menos algumas pessoas em quem confiar e nos apoiar, a vida pode parecer muito sombria.

Mas não há solução fácil se você estiver tentando encontrar bons amigos. O processo pode levar muito tempo, energia, tentativa e erro – e vulnerabilidade.

No entanto, conheço alguém que pode entender o que você está passando: Maria, a mãe de Jesus.

Um livro chamado Quiet Places with Mary me ajudou a pensar sobre o que Maria poderia ter passado emocionalmente em sua vida, especialmente com relação à amizade.

Pode parecer estranho refletir sobre o fato de que a mãe de Jesus pode ter tido dificuldade com amizades e em ser aceita, mas não é tão estranho quando você pensa nos elementos extraordinários de sua vida e em quantas pessoas rejeitaram seu filho.

Existem três conflitos que podemos enfrentar quando se trata de amizade, os quais Maria provavelmente também experimentou. Veja como Ela pode nos ajudar.

1
NÃO TER AMIGOS PRÓXIMOS

Talvez você tenha se mudado recentemente. Talvez alguns amigos tenham se afastado.

Se você estava se esforçando para encontrar ou manter boas amizades antes da quarentena, pode estar se sentindo desconectado e frustado agora.

Geralmente, com amigos próximos, você tem coisas em comum que facilitam a conversa e o vínculo. Mas, se você não tem ninguém por perto com quem possa conversar ou tomar um café para descontrair, fica difícil.

Maria conheceu bem esse sentimento ao se mudar inesperadamente para o Egito com José e o menino Jesus, para escapar da matança de Herodes.

Podemos imaginar que era difícil fazer amigos em um novo lugar e em uma cultura diferente. Não só isso, Ela estava se acostumando a cuidar de seu novo bebê. Ela não tinha sua família ou uma rede de amigos por perto para ajudá-la e precisava se adaptar a tudo que vem com a mudança.

Maria, você sabe como é se sentir isolada. Por favor, ajude-me a conectar-me com as pessoas e a me sentir menos sozinho(a) durante este período da minha vida.

2
SENTIR QUE TEUS AMIGOS(AS) NÃO TE ENTENDEM

Você já esteve com um grupo de pessoas que conhece e se sentiu mais solitário(a) do que quando está sozinho(a)?

Ou talvez um amigo faça alguns comentários que te ajudem a perceber que essa pessoa não te entende?

Esses momentos são dolorosos, porque todos queremos ser verdadeiramente conhecidos e compreendidos por pessoas próximas a nós.

Maria também deve ter se sentido assim, pois levava uma vida muito comum e extremamente extraordinária.

Maria criou o Messias.

Que outra mãe poderia se relacionar com sua experiência? Pense em tudo o que a vida de casada de Maria implicava. Foi marcada por uma certa quantidade de escândalo devido ao momento de sua gravidez e, embora ela tenha tido amigos em Nazaré, ninguém seria capaz de entender a missão de seu filho ou o papel dela.

Além disso, Maria era uma mulher boa (e livre de pecado!). Se as pessoas às vezes nos rejeitam ou nos evitam porque tentamos viver uma vida moral, quanto mais elas teriam evitado ou fofocado sobre Maria?

E depois que José morreu, Maria não teve ninguém que pudesse apoiá-la completamente ou entendê-la da mesma maneira, especialmente enquanto Jesus estava no ministério público.

Maria, você sabe como é se sentir incompreendida. Por favor, ajude-me a encontrar amigos que me compreendam e me aceitem como eu sou.

3
NÃO SABER SE TEUS AMIGOS ESTARÃO AO TEU LADO NOS MOMENTOS DIFÍCEIS

Queremos ter pessoas que nos ajudem quando estivermos enfrentando dificuldades na vida.

Você pode ter se decepcionado com seus amigos(as) antes, caso você tenha passado por algo e eles simplesmente ignoraram.

Se for esse o caso, Maria nos mostra como um bom amigo age em uma amizade: de forma desinteressada e gratuita.

Lembra na Anunciação, quando Maria descobre que ela será a mãe de Jesus? O anjo também diz a Ela que sua prima Isabel está grávida. O que Maria faz imediatamente? Ela viaja para visitar sua prima e fica para ajudá-la até o bebê nascer. É isso que bons amigos fazem.

Maria, você sabe como é ser uma boa amiga. Por favor, ajude-me a amar meus amigos de forma desinteressada e, por favor, ajude-me a encontrar amigos que também me amem de forma desinteressada.

Não estamos sozinhos nisso tudo. Maria, rogai por nós!

Boletim
Receba Aleteia todo dia