Aleteia

Papa telefona a bispos dos EUA para garantir orações e proximidade

GEORGE FLOYD
ariyantodeni-Shutterstock / Antoine Mekary-Aleteia
Compartilhar

Francisco elogia o “tom pastoral” dos bispos em resposta às manifestações

Depois de falar publicamente sobre os protestos decorrentes do assassinato de George Floyd, o Papa Francisco também telefonou para os bispos dos EUA para expressar sua proximidade. Ele telefonou para o presidente da conferência episcopal, que atualmente é o arcebispo José Gomez, de Los Angeles.

Aqui está uma declaração divulgada em 3 de junho sobre a ligação do Papa:

O arcebispo José H. Gomez, de Los Angeles, presidente da Conferência dos Bispos Católicos dos EUA, recebeu hoje um telefonema do Papa Francisco, em que o Santo Padre expressou suas orações e proximidade à Igreja e ao povo dos Estados Unidos neste momento de agitação.

O arcebispo Gomez compartilhou esta notícia com os bispos dos EUA na esperança de que eles possam se consolar e se fortalecer com o encorajamento do Santo Padre.

O Papa Francisco expressou sua gratidão aos bispos por seu tom pastoral na resposta da Igreja às manifestações em todo o país em suas declarações e ações desde a morte de George Floyd e garantiu aos bispos suas orações e proximidade contínuas nos próximos dias e semanas.

Ele expressou orações especiais pelo arcebispo Bernard A. Hebda e pela Igreja local de Saint Paul e Minneapolis.

O arcebispo Gomez, em nome da conferência dos bispos, agradeceu o Santo Padre por suas fortes palavras de apoio que também foram expressas durante a audiência geral desta manhã e, por sua vez, assegurou ao Santo Padre suas orações.

Boletim
Receba Aleteia todo dia