Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Quinta-feira 05 Agosto |
Santos Vardan e companheiros
home iconHistórias Inspiradoras
line break icon

Prestes a ser beatificado o sacerdote martirizado pelo Estado Islâmico no Iraque

Twitter Benedict Kiely‏

Reportagem local - publicado em 05/06/20

“Já mandei fechar a igreja!”, gritou o jihadista, jogando o padre no chão. Ele respondeu: “Mas como vou fechar a casa de Deus?”. E foi morto em nome da fé.

Sua causa de beatificação foi aberta em 2018. O processo diocesano já foi concluído no Iraque em 27 de agosto de 2019, com o reconhecimento oficial do martírio. A Igreja Católica já o reconhece como Servo de Deus. Nesta semana, em 3 de junho, o martírio dele completou 13 anos.

O pe. Ragheed Ganni já tinha recebido várias ameaças de morte, mas, apesar do temor natural, nunca abandonou a sua missão junto ao rebanho de fiéis que tinha sido confiado a ele no Iraque. Dias antes do seu martírio, ele tinha escrito a um amigo:

“Todos os dias esperamos o ataque decisivo, mas não deixaremos de celebrar a missa”.

Foi da vivência eucarística intensa que ele conseguiu a fortaleza para resistir, firme na fé, até entregar a vida. No Congresso Eucarístico italiano de 2005, ele tinha afirmado:

“Algumas vezes, eu mesmo me sinto frágil e cheio de medo. Quando tenho a Eucaristia nas mãos e digo ‘Eis o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo’, sinto em mim a Sua força: eu tenho nas mãos a Eucaristia, mas na realidade é Ele quem tem a mim e a todos nós; é Ele quem desafia os terroristas e nos mantém unidos no Seu Amor sem fim”.

Terroristas muçulmanos o intimidavam com brutalidade para fechar a paróquia. Mas o padre se negava sempre.

Até que o dia da grande provação chegou.

“Mas como vou fechar a casa de Deus?”

Era 3 de junho de 2007.

O pe. Ragheed ia saindo da igreja depois de celebrar a Eucaristia dominical. Estava acompanhado por três subdiáconos: Basman Yousef, Gassam Isam Bidawed e Wahid Hanna Isho. Foi quando um bando de homens armados apareceu.

A mulher do subdiácono Gassam Isam Bidawed estava presente. É dela o testemunho ocular do que aconteceu em seguida:

“Um dos assassinos gritava para o padre Ragheed: – Eu já mandei fechar a igreja! Por que você não fechou? Por que você ainda está lá? Ele respondeu com simplicidade: – Mas como é que eu posso fechar a casa de Deus? Eles o jogaram no chão. O padre Ragheed só teve tempo de me fazer um sinal com a cabeça para que eu escapasse. Eles abriram fogo e mataram os quatro”.

Depois de assassiná-los, os terroristas ainda colocaram explosivos sobre os seus corpos.

Apesar de toda a covardia das ameaças, mais de duas mil pessoas fizeram questão de participar do funeral.

O sacerdote e os três subdiáconos foram declarados mártires pela Igreja católica caldeia.

Por ocasião deste aniversário do assassinato do pe. Ragheed, o Vatican News conversou nesta semana com o pe. Rebwar Basa, que foi aluno dele em Teologia Ecumênica na Universidade de Bagdá. O pe. Rebwar sintetizou:

“Ele foi um autêntico mártir da Eucaristia”.




Leia também:
O jihadista não conseguiu me degolar: “Quem é você? Eu não consigo mexer o facão!”

Tags:
BeatificacaoMártiresSantosTestemunho
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
Reportagem local
Gritos levam polícia à casa de dois idosos, que choravam copiosam...
2
Sintomas da depressão
Reportagem local
8 sintomas físicos da depressão: fique atento a si mesmo e ao seu...
3
Princesa Diana no Accord Hospice
Reportagem local
Um padre católico acompanhou a princesa Diana na madrugada de sua...
4
MAN
Reportagem local
Oração da noite para serenar o espírito e pacificar a ansiedade
5
CONFESSION
Philip Kosloski
Pecados que a maioria dos padres não pode absolver
6
Cura d'Ars
Aleteia Brasil
São João Maria Vianney, o “santo burro” e sua respost...
7
BAPTISM
Reportagem local
Padrinhos de batismo e consagração: existe diferença entre eles?
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia