Aleteia logoAleteia logoAleteia
Quarta-feira 24 Abril |
Aleteia logo
Atualidade
separateurCreated with Sketch.

7 atores dizem como se sentiram ao interpretarem Jesus nas telas

JESUS MOVIES

Icon Distribution Inc. | National Broadcasting Company (NBC) | LightWorkers Media Inc. and Hearst Productions Inc. | VidAngel Studios

Reportagem local - publicado em 07/06/20

Incorporar o Filho de Deus não foi tarefa fácil para alguns dos maiores talentos de Hollywood

Ao longo das décadas, a indústria do entretenimento retratou o Filho de Deus em diversos filmes e séries de TV.

O resultado incluiu recepções adversas tanto na indústria do cinema como nos círculos cristãos.

Mas não importa o quão bem-sucedido o filme tenha sido, incorporar Jesus Cristo não é tarefa fácil nem para alguns dos maiores de Hollywood.

Para alguns, foi o papel que definiu suas carreiras, enquanto outros atores viriam a interpretar papéis de outras esferas — Max von Sydow, por exemplo, até interpretou o demônio em um filme posterior.

Curiosamente, muitos dos atores que interpretaram Cristo não eram cristãos ou sequer religiosos, embora muitos tenham falado da dificuldade de interpretar Nosso Salvador, tanto o homem quanto o Filho de Deus. 

Pelos depoimentos a seguir, você terá uma ideia de como foi para esses atores usar a coroa de espinhos. 

Jim Caviezel, A Paixão de Cristo (2004)

“Senti que eu não merecia interpretar Jesus. Apenas aceitei a responsabilidade e falei: ‘Que ator não gostaria de interpretar este papel?’.” 

Jonathan Roumie, The Chosen (2017)

“Eu estou na posição de fazer este seriado específico e não outra pessoa, seja qual tenha sido o motivo pelo qual Deus determinou isso para mim. Todo dia, sou lembrado da minha humanidade, o que me leva à humildade.”

Max von Sydow, A Maior História de Todos os Tempos (1965)

“Eu o interpretei enquanto homem. Eu não o interpretei enquanto filho de Deus ou homem de Deus; eu o interpretei enquanto homem.”

Robert Powell, Jesus de Nazaré (1977)

“Franco Zeffirelli [o diretor] e eu imaginamos originalmente que poderíamos combinar o Cristo divino e o humano, e que conseguiríamos mostrar o seu lado humano, mas descobrimos que isso não era possível.”

Cliff Curtis, Ressurreição (2016)

“Eu não falei com ninguém e percebi que era bom para mim ficar quieto. Eu preparei minhas próprias refeições, comidas boas e simples, e passei por uma espécie de limpeza.”

Diogo Morgado, O Filho de Deus (2014)

“Se o objetivo do ator é contar a melhor história de todos os tempos, não há história superior à de Jesus Cristo. É a história de amor definitiva.” 

Willem Dafoe, A Última Tentação de Cristo (1988)

“Consigo lembrar de cenas e sensações específicas porque foi um dos papéis que me exigiram fisicamente. Era a todo vapor. [A parte mais difícil] Foi ficar pendurado na cruz. Independentemente de sua criação religiosa, você faz uma associação muito forte do que aquilo representa, e então quando você está com seu próprio corpo nela, é uma coisa muito forte.”

Tags:
ArteCinemaJesus
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia