Aleteia logoAleteia logoAleteia
Segunda-feira 04 Março |
Aleteia logo
Em foco
separateurCreated with Sketch.

A educação on-line será o futuro?

EDUCATION

Shutterstock | fizkes

César Nebot - publicado em 10/06/20

Vantagens e desvantagens desse tipo de formação, que ganhou força durante a pandemia do novo coronavírus

A educação on-line tinha um espaço bastante reduzido no mundo universitário até alguns meses atrás. Mas, por causa da pandemia do novo coronavírus, nos vimos forçados a utilizar essa metodologia para continuar com a educação em todos os níveis.

São muitos os centros educacionais – inclusive as universidades de Harvard e Stanford – que, agora, planejam continuar com cursos de forma on-line e apenas exigir dos alunos a presença física em alguns grupos reduzidos – e isso somente quando a realização de aulas práticas for obrigatória.

Mas a formação on-line tem vantagens e inconvenientes que vão muito além do que teoricamente se pensava.

Vantagens

Em primeiro lugar, o custo da educação presencial é consideravelmente alto. Já a formação on-line tem custos menores.

Por outro lado, com a educação on-line, evitam-se deslocamentos diários, o que reduz não apenas as despesas com transporte, mas também as aglomerações de pessoas, o trânsito e a poluição das cidades.

Além disso, essa modalidade torna possível uma flexibilização de horários, o que facilita a vida principalmente daqueles que se formam nas disciplinas artísticas e musicais e precisam de uma especialização extracurricular.

Outro fator a ser considerado é que as tarefas, neste tipo de educação, forçam o desenvolvimento e a aprendizagem de novas tecnologias, algo cada vez mais necessário no mercado de trabalho.

Ademais, as famílias e os próprios estudantes devem aprender a não delegar a responsabilidade da educação apenas para as instituições de ensino. Estas passam a ser instrumentos a serviço das famílias, que vão ser realmente responsáveis pela educação dos filhos.

Um dos efeito já observado na educação universitária é que, como as as universidades passam a não precisar de muitos recursos econômicos para investir em infraestrutura física, algumas instituições estão investindo mais em capital humano e em pesquisas científicas.

Inconvenientes

Do ponto de vista social, é possível que o fato de assumir as responsabilidades da própria formação dependa das condições financeiras das famílias.

Além disso, hoje em dia, também não se pode assegurar que todo o professorado disponha das competências digitais necessárias para poder gerenciar adequadamente uma aula virtual ou garantir que a formação on-line se traduza em uma aprendizagem efetiva dos alunos.

Outro grande problema reside no seio da família, já que a tarefa do professor nem sempre pode ser substituída pelos pais que trabalham fora e não podem dar a atenção necessária aos filhos.

Outro ponto a ser questionado: a gestão dos diversos programa educativos pode se transformar em um pesadelo dentro das casas das famílias numerosas. Outro problema apontado é que a educação on-line poderia prejudicar a socialização.

Enfim, a questão da educação on-line é um debate que deve ser incentivado, pois é fato que quando terminar a pandemia não voltaremos à normalidade anterior – nem no âmbito da educação.

A questão não serão seus prós e contras, mas se haverá outro futuro a não ser este tipo de formação.


EDUKACJA DOMOWA, JAK ZNALEŹĆ CZAS WOLNY

Leia também:
Então agora você é um homeschooler

Tags:
EducaçãoInternet
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia