Aleteia

Já pensou em adotar um pet?

Dog, Animal
© Ksenia Raykova
Compartilhar

Animais de estimação são companheiros fiéis e deixam a casa mais leve 

Com esta fase de distanciamento social, muitas pessoas estão sofrendo com a solidão, que, infelizmente, se mostra um mal necessário. Uma boa ajuda a curto prazo, neste sentido, pode ser adotar um cão ou um gato. Os animais de estimação são companheiros fiéis e podem trazer alegria e afeto ao seu cotidiano. 

Agora, olhando em retrospecto, me sinto agradecido por ter adotado o Dylan, meu vira-lata, quase dois anos atrás. Agora, quando, ao meu ver, ainda é um filhote, ele vem se revelando um parceiro ponta-firme que me faz rir diversas vezes ao longo do dia. 

Primeiro pelo seu jeito irreverente e estabanado, o que já me arrancava várias risadas antes da pandemia, as quais agora tornaram-se mais frequentes com nossa convivência extrema. Segundo, porque ele se mostra sempre disposto a brincar ou a um carinho, e esse ânimo e disposição são contagiantes.

Sem contar a companhia irrestrita que tenho 24 horas por dia. Como Dylan é uma mistura de border collie, raça de pastoreio, me acompanha e me cerca onde quer que eu vá. Fica a postos na porta do banheiro enquanto tomo banho, apoia sua cabeça no meu pé enquanto cozinho, e agora mesmo, enquanto escrevo este texto, ele dorme o sono dos justos no sofá do meu escritório.   

Além de tudo ele me dá uma desculpa para sair com ele, seja uma volta no quarteirão tarde da noite ou um passeio na praça em frente de casa. Mais do que uma desculpa, ele me impõe uma rotina, quase um ritual, sempre ao acordar e antes de dormir, o que tem me feito bem em tempos em que muitas vezes os dias viram noite sem que eu sequer perceba. 

Ter uma vida tão pura, dependente e amorosa em tempos de tamanho desânimo também não deixa de ser uma responsabilidade, um estímulo para seguir em frente com as minhas obrigações mesmo quando o futuro parece tão incerto. O mais próximo que se pode chegar de ter um filho. 

Da minha mãe, que segue isolada com seus seis gatos, os relatos também são de como os bichanos trazem um pouco de alegria e conforto ao seu dia a dia. Mas adotar um pet em momento de crise não é indicado apenas para aqueles que se encontram solitários durante a pandemia.

Um animal de estimação pode ser mais um vínculo e mais uma fonte de prazer e diversão para toda a família, inclusive fortalecendo o vínculo entre seus membros na distribuição de tarefas e na corrente de afeto. Sem contar que em nenhum outro momento de nossas vidas poderemos ter tanto tempo e disponibilidade para cuidar de um filhote quanto agora. 

E por mais que você tenha sua preferência por determinadas raças, faz mais sentido adotar, pois assim você não só deixa de alimentar uma indústria que explora e confina animais, como estará salvando um possível vira-lata de uma vida de abandono e tristeza. O que, por incrível que pareça, o animal reconhece, e não deixa de retribuir sempre que consegue.

Abaixo, indico três iniciativas comprometidas e de confiança em São Paulo (Brasil) que cuidam e tratam de cães até encontrar um lar para eles. Quem sabe a quarentena não é uma oportunidade para fazer um grande amigo. 

 

CÃES

Luiz Proteção Animal

www.facebook.com/luizprotecaoanimal

 

GATOS

Abrigo Anjo Gabriel

abrigoanjogabriel.com.br

 

AMBOS

Natureza em Forma 

www.naturezaemforma.org.br

Boletim
Receba Aleteia todo dia