Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Quinta-feira 05 Agosto |
Santos Vardan e companheiros
home iconCultura e Viagem
line break icon

A “Capela Sistina da Idade Média” ficou enterrada por cerca de 1200 anos

Shutterstock

Daniel R. Esparza - publicado em 19/06/20

Enterrada por um terremoto no século 9, a Basílica de Santa Maria Antiqua foi descoberta pelo arqueólogo romano Giacomo Boni há 117 anos

Depois de passar mais de um milênio no subsolo e depois de mais de um século de escavações, um dos mais antigos locais de culto mariano conhecido em Roma reabriu as portas em 2017.

Localizada perto do Fórum Romano, a Basílica de Santa Maria Antiqua foi redescoberta pelo arqueólogo romano Giacomo Boni há 117 anos, nas encostas do Monte Palatino.

Paradoxalmente, ter sido enterrado por cerca de 1.200 anos significou a salvação desta Basílica.

A maior parte do patrimônio artístico dos séculos VII e VIII foi total ou parcialmente perdida devido ao movimento iconoclasta, de modo que os afrescos que ainda hoje são preservados na basílica são um testemunho único da arte cristã em seus inícios, algo raro não apenas em Roma, mas em todo o mundo.

Particularmente digno de nota é um afresco mariano considerado a imagem mais antiga da Virgem Maria com o Menino Jesus, segundo o arquiteto Francesco Prosperetti, superintendente de artefatos arqueológicos de Roma. Este é realmente o ícone mais antigo de Roma.

Mas uma das referências mais interessantes do complexo arquitetônico de Santa Maria Antiqua é a do passado bizantino de Roma.

A julgar pelas inscrições gregas no mármore e nas paredes da basílica, Roma era uma cidade bilíngue.

Além disso, o estilo indiscutivelmente bizantino dos ícones de Santa Maria Antiqua revela que a influência do Império Romano do Oriente atingiu não apenas a costa italiana de Ravena, mas também o próprio Monte Palatino.




Leia também:
As 11 fontes mais requintadas de Roma

Tags:
ArteHistória da IgrejaromaViagem
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
Reportagem local
Gritos levam polícia à casa de dois idosos, que choravam copiosam...
2
Sintomas da depressão
Reportagem local
8 sintomas físicos da depressão: fique atento a si mesmo e ao seu...
3
Philip Kosloski
Mesmo com ouro e glória, Michael Phelps foi ao fundo do poço – ma...
4
MAN
Reportagem local
Oração da noite para serenar o espírito e pacificar a ansiedade
5
Pe. Edward Looney
Padre revela: por que sempre levo água benta comigo ao viajar
6
sacerdotes
Reportagem local
Suicídio de sacerdotes: desabafo de padre brasileiro comove as re...
7
Princesa Diana no Accord Hospice
Reportagem local
Um padre católico acompanhou a princesa Diana na madrugada de sua...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia