Aleteia

Cruz cristã de 1.200 anos é encontrada no Paquistão

KAVARDO CROSS
Compartilhar

A descoberta é uma evidência de que já existiram comunidades cristãs na região

Uma cruz antiga foi descoberta no norte do Paquistão, indicando a existência de cristãos na região. É o que revela uma reportagem do site UCANews.com.

A gigantesca cruz de mármore, que pode ter até 1.200 anos, foi encontrada por uma equipe de pesquisadores da Universidade do Baltistão, Skardu, na cordilheira de Kavardo, no Baltistão.

“A enorme cruz de rocha de mármore pesa de três a quatro toneladas, mede aproximadamente dois metros e foi encontrada a cerca de dois quilômetros do acampamento, no alto das montanhas de Kavardo, no Baltistão, com vista para o rio Indo”, disse a equipe em comunicado para a  imprensa em 14 de junho.

De acordo com a reportagem do site UCANews, esta é uma das maiores cruzes encontradas no  subcontinente.

Batizada de “Cruz Kavardo”, a descoberta pode representar evidências de que comunidades cristãs já viveram na região. “É realmente uma ótima notícia para todos nós que uma cruz antiga foi encontrada em Skardu. Isso mostra que o cristianismo existia nessa área e deve haver uma igreja e casas de cristãos. Atualmente, não há famílias cristãs nessa área, mas elas já estiveram presentes”, disse Mansha Noor, diretora executiva da Caritas Paquistão.

Em breve, os cristãos terão permissão para visitar o local onde a cruz foi encontrada.

Boletim
Receba Aleteia todo dia