Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Sexta-feira 30 Outubro |
Santo Angelo de Acri
home iconReligião
line break icon

Deus conferiu aos presbíteros um poder que nem os anjos têm

CONFESSION

Antoine Mekary | GoDong

Mário Scandiuzzi - publicado em 28/06/20

Pelo sacramento da Ordem, bispos e presbíteros são constituídos do poder de perdoas os pecados

Quando Jesus deu o Espírito Santo aos apóstolos, conferiu-lhes o poder divino de perdoar os pecados: “Recebei o Espírito Santo. Aqueles a quem perdoardes os pecados, lhes serão perdoados; aqueles a quem os retiverdes, lhes serão retidos (João 20, 22-23).

Através do sacramento da Ordem, bispos e presbíteros são constituídos do poder de perdoar os pecados “em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo”.

Sobre o perdão dos pecados, São João Crisóstomo escreveu que “os presbíteros receberam um poder que Deus não deu nem aos anjos nem aos arcanjos. Deus sanciona lá do alto tudo o que os sacerdotes fazem aqui em baixo”.

Pela confissão, o homem assume a responsabilidade por seus atos que contrariam os ensinamentos de Deus e, assim, abre-se à possibilidade de voltar à comunhão com Deus e com a Igreja.

O segundo mandamento da Igreja pede que os fiéis se confessem pelo menos uma vez ao ano.

Para isso, é preciso fazer um bom exame de consciência, pensando naquilo que nos afasta do caminho de Deus. Vale lembrar: pensamentos e palavras, atos e omissões. Tudo o que for contrário à vontade do Pai.

É preciso fazer um ato de contrição, isto é, reconhecer que o pecado prejudica a nossa condição de filho de Deus e fazer o propósito de não mais pecar. Depois vem a confissão, ou seja, contar ao sacerdote, de forma clara e concisa, os pecados que cometemos.

Por fim o sacerdote aconselha o fiel e dá a penitência para reparar o mal causado pelo pecado.

O catecismo da Igreja Católica mostra que “não há pecado algum, por mais grave que seja, que a Santa Igreja não possa perdoar (…) não existe ninguém, por mau e culpado que seja, que não deva esperar com segurança seu perdão, desde que seu arrependimento seja sincero” (CIC § 982).

E o sacramento da confissão nos dá a esperança de uma vida nova. Significa que quando nos arrependemos sinceramente dos nossos pecados, nos reconciliamos, nos reaproximamos de Deus.


CONFESSIONAL

Leia também:
Como viver melhor o sacramento da Confissão?

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Tags:
ConfissãoPecado
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
Aleteia Brasil
O milagre que levou a casa da Virgem Maria de...
Philip Kosloski
3 poderosos sacramentais para ter na sua casa
OLD WOMAN, WRITING
Cerith Gardiner
A carta de uma irlandesa de 107 anos sobre co...
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
Reportagem local
Corpo incorrupto de Santa Bernadette: o que o...
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia