Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Domingo 17 Janeiro |
home iconEspiritualidade
line break icon

Termine o mês curando as feridas na sua família

© Diego Cervo/SHUTTERSTOCK

Reportagem local - publicado em 29/06/20

São João Paulo II terminou o seu primeiro ano como Papa enfatizando a necessidade de buscarmos perdão e mantermos a unidade da família

Tornou-se tradição na Igreja Católica encerrar cada ano com uma liturgia especial, o “Te Deum” (“A Vós, ó Deus”), que são as primeiras palavras, em latim, do hino de ação de graças “A Vós, ó Deus, louvamos“.  Nessa liturgia, celebrada todo 31 de dezembro, somos convidados a refletir sobre o ano que termina e a concluí-lo com espírito de ação de graças.

São João Paulo II encerrou o seu primeiro ano como Papa celebrando a festa da Sagrada Família e destacando “os problemas humanos mais profundos estão relacionados com a família”.

Segundo ele, a família “constitui a comunidade primária, fundamental e insubstituível para a pessoa”. Por esse motivo, qualquer ataque à família causa danos irreparáveis ​​à sociedade em geral. Além disso, ele explicou o quanto é fácil destruir os valores que preservam a família e o quanto é difícil reconstruí-los.

São João Paulo II considerava necessário terminar cada ano refletindo sobre como procuramos preservar a família, em nossa própria vida e na comunidade local, além de pedir perdão pelos momentos em que fizemos algo que a desagregasse.

Naquele final de 1978, o Papa polonês convidou:

“Encerrando este ano, agradeçamos a Deus por tudo o que, nas diversas esferas da existência terrena, torna os homens ainda mais uma ‘família’, ou seja, mais irmãos e irmãs, que têm em comum o único Pai. Ao mesmo tempo, peçamos perdão por tudo o que é alheio à irmandade dos homens, que destrói a unidade da família humana”.

Para salvarmos a sociedade e sermos luz em meio às trevas, precisamos, portanto, trabalhar primeiro com a nossa própria família, agradecer pelas muitas bênçãos que recebemos e pedir perdão por qualquer ato ou omissão que cause divisão e conflitos dentro dela.

Não precisamos esperar o fim do ano para isso. Podemos adotar o costume de nunca terminar o dia sem nos reconciliarmos, caso tenhamos discutido ou nos desentendido. E este fim de mês é uma excelente oportunidade para reforçar decididamente este propósito: jamais ir dormir brigados; sempre nos reconciliarmos antes de encerrar o dia.

Se a nossa família está desmoronando, não podemos nos surpreender ao vermos o mundo desmoronar.

Neste novo mês que vai começar, cuidemos bem da família e promovamos a reconciliação entre nós mesmos, para, então sim, conseguirmos advogar coerentemente pela paz no mundo.




Leia também:
O “Te Deum” não é só para o dia 31 de dezembro!

Tags:
FamíliaPerdão
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Top 10
Aleteia Brasil
Na íntegra: as três partes do Segredo de Fáti...
UNPLANNED
Jaime Septién
Filme contra o aborto arrasa nas bilheterias ...
BABY BAPTISM
Padre Reginaldo Manzotti
Por que é tão importante batizar uma criança?
Deserto de Negev
Francisco Vêneto
Pedra de 1.400 anos com inscrição mariana é e...
KRZYŻYK NA CZOLE
Beatriz Camargo
60 nomes de bebês que carregam mensagens pode...
Reportagem local
Papa Francisco: cuidado com os cristãos que s...
POPE JOHN PAUL II
Philip Kosloski
"Não tenhais medo": a frase mais usada por Sã...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia