Aleteia

O Apocalipse não é para dar medo, mas gerar confiança inabalável na Providência

Viktor Vasnetsov - Domínio Público
Compartilhar

O livro da Revelação anuncia a vitória do Bem sobre o mal, do Reino de Cristo sobre o reino do mal

Ao comentar sobre o livro bíblico do Apocalipse, o professor Felipe Aquino observou que essa complexa obra escrita por São João Evangelista não pretende assustar os cristãos, mas, justamente ao contrário, incutir neles uma confiança inabalável na Providência Divina, em particular durante os tempos mais difíceis.

No fim do século I, como recorda o professor, a situação dos cristãos no Império Romano era cada vez mais dura por causa da perseguição implacável que os imperadores romanos promoveram – principalmente a partir de Nero, no ano 64. Quando São João escreveu o Apocalipse, ele estava exilado na ilha grega de Patmos justamente por causa da perseguição de outro imperador romano, Domiciano (81-96). Nesse contexto, muitos cristãos, desalentados e apavorados com as ameaças de tortura e de morte, abandonavam a fé e aderiam às prática pagãs.

O livro do Apocalipse, ou Revelação, visava encorajar os fiéis: trata-se, basicamente, do livro da esperança cristã ou da confiança inabalável no Senhor Jesus e nas suas promessas de vitória, conforme enfatiza o prof. Felipe. É uma obra que anuncia a vitória do Bem sobre o mal, do Reino de Cristo sobre o reino do mal.

O Apocalipse trata da revisão de vida das sete comunidades da Ásia Menor, às quais São João escreve em estilo sapiencial e pastoral, e das coisas que devem acontecer depois – esta, aliás, é a parte “apocalíptica” propriamente dita, ou seja, aquela que revela, sob formas simbólicas, o que acontecerá em relação com a luta entre Jesus Cristo e Satanás, envolvendo a queda dos agentes do mal e o triunfo do Reino de Jesus.

As calamidades apresentadas no livro não podem ser interpretadas ao pé da letra, mas como representações das aflições sobre a terra, a serem vencidas para se desfrutar das alegrias do céu. As tribulações desta vida foram cuidadosamente previstas pela Sabedoria de Deus dentro de um plano harmonioso que só entendemos muito parcialmente. O Apocalipse incute consolação e encorajamento aos cristãos não apenas do século I, mas de todos os tempos, porque as aflições desta vida fazem parte da luta vitoriosa do Bem sobre o mal.

Boletim
Receba Aleteia todo dia