Aleteia
Segunda-feira 19 Outubro |
Santos Mártires Canadenses
Atualidade

Parlamentares de Portugal discutem eutanásia em plena pandemia: "Deplorável"

EUTHANASIA

Shutterstock-Art_Photo

Reportagem local - publicado em 01/07/20

Juristas Católicos denunciam a manobra e recordam que a missão dos agentes de saúde é servir e proteger a vida humana até o fim natural

Enquanto os parlamentares de Portugal discutem a legalização da eutanásia no país, a Associação dos Juristas Católicos se manifestou em nota (22/06) declarando que é ainda mais “deplorável” que tal discussão aconteça em plena incidência de uma pandemia:

“Quando a vida de uma pessoa é marcada pela doença e pelo sofrimento, a resposta da sociedade e do Estado a essa pessoa não pode ser a de confirmar seu desespero contribuindo para sua morte; a resposta deve ser a de quem, movido pelo amor fraterno, não poupa esforços para eliminar ou aliviar esse sofrimento”.

A AJC afirma que a legalização da eutanásia vai contra dois fundamentos do sistema jurídico:

  • a inviolabilidade da vida humana
  • o fato de que todas as vidas humanas, sem exceção, são dignas de proteção.

Eles observam que a experiência do coronavírus recordou o valor supremo da vida humana em todas as suas fases e a missão dos agentes de saúde, ao passo que a eutanásia, pelo contrário, “distorce a tarefa dos profissionais da saúde“, cuja missão “sempre foi, e deve continuar a ser, servir e proteger a vida humana” até o fim natural.

A AJC também destaca, a partir do exemplo da pandemia, os grandes sacrifícios que a humanidade é capaz de fazer para preservar vidas em vez de se conformar com a sua perda:

“[Na pandemia] aceitamos a privação de liberdades fundamentais, a paralisia do país e os incalculáveis prejuízos econômicos e sociais. Só um objetivo tão importante poderia nos levar a isso e só ele dá sentido a tantos sacrifícios”.

Diante da imoralidade da eutanásia, os juristas católicos pedem um referendo que vise garantir o básico da democracia na discussão de algo tão central para a dignidade humana: a preservação da vida.




Leia também:
Eutanásia, distanásia e ortotanásia: o que são e quais as diferenças?

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Tags:
EutanásiaIdeologia
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
st charbel
Reportagem local
Por acaso não está acontecendo o que São Char...
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
FATIMA
Philip Kosloski
Fotos raras dos 3 pastorinhos de Fátima
POPE FRANCIS GENERAL AUDIENCE
Reportagem local
As 3 orações que o Papa pediu para rezarmos e...
Pe. Gilmar
Reportagem local
Brasil: padre desaparece e manda mensagem com...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia