Aleteia

Recorde as mentiras que lhe contaram, mas também quantos você já enganou

WOLF,SHEEP
Compartilhar

Talvez esteja aí a nossa libertação: tentar corrigir os nossos erros, em vez de nos considerarmos vítimas

Via rede social, o pe. Gabriel Vila Verde comentou sobre a ingratidão: a dos outros, que nos dói, mas também a nossa própria, que precisamos reconhecer para corrigir:

Lembre-se de quantas vezes você experimentou a ingratidão, mas lembre também dos momentos em que você foi ingrato. Recorde as mentiras que já lhe contaram, mas pense também em quantos você já enganou. Lembre-se das ocasiões em que se sentiu traído, mas também de quantas vezes você traiu a confiança dos outros.

Talvez esteja aí a nossa libertação: tentar corrigir os nossos erros, em vez de nos considerarmos vítimas, colocando sempre a culpa nos outros, até porque todos viemos do mesmo barro e ninguém está isento de errar.

Olhe para frente! Olhe para Cristo! Não se prenda ao mal que lhe fizeram, mas peça a Deus que perdoe o mal que você já fez. Somente assim você encontrará verdadeira felicidade!

Boletim
Receba Aleteia todo dia