Aleteia

Como praticar o amor ao próximo em plena pandemia

GREETING
Compartilhar

Usar a máscara e seguir os protocolos de higienização são pequenos gestos que revelam o seu amor ao próximo. Mais do que isso: são atitudes de respeito à própria vida

Amar ao próximo como a si mesmo. Esse é um dos mandamentos ensinados por Jesus, que veio não para “abolir a lei e os profetas, mas para levá-los à perfeição” (Mateus 5, 18).

Atualmente, neste cenário de pandemia, estamos diante de uma doença que coloca todos em risco. Em muitas cidades, as regras de isolamento social estão bastante rígidas, e muitas atividades econômicas estão sendo prejudicadas. Com isso muita gente pode estar passando por necessidades. A hora é de solidariedade e de compaixão para ajudar aqueles que estão em dificuldade.

O momento exige cautela e atenção aos detalhes para evitar ao máximo a disseminação do coronavírus. E uma das medidas que tem se mostrado importante para a proteção de todos é o uso das máscaras.

Mesmo com as recomendações de muitas autoridades em saúde, ainda tem gente que insiste em não usá-la. Porém, o uso da máscara é um sinal de respeito ao próximo, além de ser uma proteção individual. Quando usamos a máscara, reduzimos o risco de transmitir ou nos de contaminar com o vírus.

Se precisamos sair de casa, devemos observar as regras previstas em cada cidade, segui-las para colaborar com as autoridades de saúde e ajudar no combate a esta doença.

Devemos sempre pensar que as pessoas com as quais teremos contato provavelmente têm parentes ou familiares dentro de casa que precisam de proteção. Assim como cada um de nós.

Usar a máscara e seguir os protocolos de higienização é praticar o amor ao próximo e também um gesto de respeito à própria vida.

 

Boletim
Receba Aleteia todo dia