Aleteia

Mulher com coronavírus recebe Primeira Comunhão no hospital: “sinto muita paz”

PADRE JOSE LUIS
Compartilhar

Em tempos difíceis de pandemia de Covid-19, padres e pacientes continuam sendo testemunhas da fé em Jesus Cristo

Clique aqui para abrir a galeria de fotos

“Uma experiência maravilhosa, um bálsamo de amor para os doentes. Foi uma primeira comunhão para uma senhora que nunca poderia fazê-la.”

Com essas palavras, através do Facebook, o padre mexicano José Luis González Santoscoy contou um fato que encheu seu coração em um momento em que tudo parece mais difícil devido à pandemia do coronavírus.

É que as imagens compartilhadas por esse padre não apenas revelam uma experiência um tanto incomum dentro de um hospital, mas também mostram uma ação tão maravilhosa.

Trata-se de uma paciente que, há algumas semanas, havia sido diagnosticada com coronavírus e internada em um hospital na cidade de Jalisco.

No meio de uma visita de um grupo de padres a este centro de saúde – algo que eles já vinham fazendo com frequência -, o sacerdote conheceu a mulher e lhe perguntou se ela gostaria de se confessar.

“Ela respondeu que não podia fazê-lo porque, por várias circunstâncias da vida, não havia feito a Primeira Comunhão, mas desejava isso”, disse o padre José Luis.

Após uma avaliação criteriosa, o padre José Luis entendeu que ela estava consciente o suficiente para receber a Primeira Comunhão. Ele preparou tudo e ministrou o sacramento.

As imagens dizem tudo. Veja nesta galeria de fotos:

“Depois de dar a comunhão, conversei com ela, e ela disse: ‘Padre, sinto muita paz ao receber Cristo em meu coração'”.

O padre Luis tornou-se um veículo de paz, alegria e encontro com Cristo. Seu trabalho com outros padres locais gera admiração. Aqui está outro post que ele compartilhou nas redes:

Geplaatst door Padre José Luis González Santoscoy op Vrijdag 19 juni 2020

 

Boletim
Receba Aleteia todo dia