Aleteia
Quarta-feira 21 Outubro |
São Bertoldo de Parma
Cultura e Viagem

Você pode visitar o mosteiro onde fica a caverna de São Bento

Stephen Beale - publicado em 13/07/20

O fundador da ordem beneditina de monges passou três anos em solidão em um penhasco no alto das montanhas

O lugar onde São Bento se retirou do mundo para ser eremita por três anos é o local de uma comunidade monástica aberta a turistas – e fica a apenas 48 km de Roma.

São Bento de Nursia é um santo do século VI que é considerado o fundador do monasticismo ocidental, emprestando seu nome a uma das ordens que ele ajudou a criar.

Mas antes de São Bento formar comunidades de monges, ele passou três anos em solidão em um penhasco no alto das montanhas. Ele estava tão isolado que a comida tinha que ser entregue a ele pelos pastores através de um sistema de cordas.

De acordo com o livro “Vida de São Bento”, de Gregório Magno, o santo esteve tão longe da sociedade civil que os pastores chegaram a pensar que ele era como um animal selvagem:

Certos pastores o encontraram naquela mesma caverna: e no começo, quando o espiaram pelos arbustos e viram suas vestes feitas de peles, pensaram que era um animal. Depois, familiarizados com o servo de Deus, muitos deles foram convertidos por seus meios de vida simples, em graça, piedade e devoção. E assim seu nome no país tornou-se famoso, e muitos depois disso foram visitá-lo, e nutriram suas almas com alimento espiritual.

A primeira incursão de São Bento na vida monástica não foi um sucesso: sua dura disciplina provocou reações, e tentaram envenená-lo, levando-o a retornar à sua caverna. Mais tarde, ele fundou mosteiros nas proximidades – mas junto a sua verdadeira caverna.

Foi somente em 1200 que a Abadia de Santa Escolástica, também conhecida como Abadia de Subiaco, foi erguida sobre a caverna – conhecida como “Sacro Speco” – onde Bento viveu como eremita.

O mosteiro fica em um penhasco, o que supostamente levou o Papa Pio II a compará-lo com o ninho de uma andorinha.

Uma estátua no mosteiro mostra São Bento ordenando que as rochas nunca esmaguem os moradores do mosteiro, de acordo com uma inscrição.

Além da vista espetacular do vale e das montanhas circundantes, o mosteiro abriga uma série de afrescos e obras de arte medievais, incluindo Maria e o Menino Jesus, os Quatro Evangelistas e uma crucificação pintada pela escola de Siena, que remonta ao século XIV. Outros afrescos mostram cenas da vida de São Bento.

Os visitantes também podem ver o jardim onde São Bento se atirou em espinhos para evitar a tentação carnal. A tradição afirma que São Francisco de Assis transformou os espinhos em rosas quando visitou o mosteiro em 1223.

A caverna de São Bento fica na Igreja inferior e os visitantes podem passar por ela. A caverna apresenta um altar com um frontal do século XIII e um afresco de São Bento contemplando a cruz.

As escadas que levam para fora da caverna conduzem os visitantes até a Capela de São Gregório, onde há vários afrescos, incluindo um de São Francisco que se acredita ter sido um retrato de seu próprio tempo.

Clique aqui para mais informações sobre o mosteiro e como agendar uma visita.

Não pode visitar agora? Confira este tour virtual aqui.


São Bento

Leia também:
São Bento, um dos homens mais importantes da história


Medalha de São Bento

Leia também:
Oração a São Bento para afastar o mal e pedir proteção contra os perigos

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Tags:
História da IgrejamongesSantos
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
CARLO ACUTIS
John Burger
Como foram os últimos dias de vida de Carlo A...
violência contra padres no Brasil
Francisco Vêneto
Outubro de cruz para padres no Brasil: um per...
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
SAINT JOSEPH SLEEPS
Philip Kosloski
Durma em paz com esta breve oração a São José
Pe. Gilmar
Reportagem local
Padre é encontrado após três dias desaparecid...
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia