Aleteia

Mantenha-se em contato com a natureza durante a quarentena

GARDENING
Compartilhar

É possível tomar sol e cuidar de plantas, entre outras atividades, durante o isolamento

A quarentena imposta pela pandemia do novo coronavírus colocou o mundo de castigo, dentro de casa.

Se a sua área de atuação não está entre as atividades que foram liberadas pelo governo e você continua em casa, a essa altura o confinamento e a falta de contato com a natureza já deve estar começando a pesar, o que pode fazer mal à saúde psicológica.

Embora parques e praças já estejam abertos em vários estados, a situação continua crítica, de modo que continua sendo recomendado evitar aglomerações e não se arriscar à toa. Mas existem atitudes simples que você pode tomar na sua casa ou até mesmo no seu apartamento que podem atenuar esse efeito.

A primeira delas é o contato com o Sol. A Organização Mundial de Saúde (OMS) recomenda manter contato sempre que possível com o Sol, de modo a aliviar o estresse resultante no confinamento.

O Sol é uma fonte valiosa de vitamina D, o que gera bem estar, age como um preventivo à depressão, melhora a qualidade do sono e previne infecções. 

E você pode incluí-lo em sua rotina sem sair de casa. Em primeiro lugar, veja em qual horário bate mais luz na sua residência. Então separe uma hora, seja na parte da manhã, na hora do almoço ou no começo da tarde, para tomar Sol.

Seja aquela faixa de luz que entra pela janela, seja na abundância de uma sacada ou quintal. O importante é deixar o Sol entrar na sua vida. Vista trajes de banho e não se esqueça de passar protetor solar. 

Outra forma de contato com a natureza que alivia bastante a pressão é por meio de plantas e flores. Além de alegrarem o ambiente, regar, podar, plantar e até regá-las têm efeito terapêutico. E como fazer isso também pode ser em vasos, na sala do seu apartamento, na varanda ou no quintal, dependendo do espaço de que você dispuser. 

A quarentena, inclusive, é uma oportunidade para plantar árvores frutíferas, plantas ou até mesmo para fazer uma horta, o que aumentará o sentimento de autonomia, pois além de lavar, passar, limpar e cozinhar, você estará cultivando seus próprios alimentos. Agora, se o espaço for reduzido, uma floreira na janela já ajuda. Com um pequeno vaso já é possível, por exemplo, cultivar temperos. 

Outras coisas que nos conectam com a natureza são ver o Sol nascer, o Sol se pôr, sentir o vento no rosto e observar o céu. Caminhar na grama e até mesmo tomar um banho de chuva (em um momento como este, por que não?).

Também ajuda claro, o contato com os animais. Se as condições não permitem que você adote um bicho de estimação, preste atenção no canto dos pássaros pela manhã, uma “trilha-sonora” profundamente relaxante.

Para tanto, é preciso se organizar. Se for possível, acorde cedo e concentre suas atividades ao longo do dia – que renderá muito mais e, assim, você previne a insônia e se sente mais produtivo, o que também gera bem estar. 

Ter uma quarentena leve e mais saudável requer organização e dá trabalho, mas vale a pena. Assim os seus malefícios serão minimizados e você chegará ao final dela tão bem quanto começou.   

 

 

Boletim
Receba Aleteia todo dia