Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Quarta-feira 28 Outubro |
São Sálvio
home iconAtualidade
line break icon

Igreja trabalha contra surto simultâneo de covid-19, sarampo e ebola no Congo

CONGO PROTEST

© AP Photo - John Bompengo

Reportagem local - publicado em 15/07/20

Um dos países mais pobres do mundo enfrenta um dos cenários mais difíceis do mundo: enquanto letalidade da covid está em 2,5%, a do ebola pode chegar a 66%

A Igreja Católica, através da sua rede internacional de caridade cristã e ação social Cáritas, está apoiando a República Democrática do Congo no enfrentamento de um novo surto de ebola, que se junta ao cenário já grave da pandemia de covid-19 e a outro surto simultâneo de sarampo, considerado o pior de toda a história do país africano, que está entre os mais pobres do planeta.

A Cáritas da República Democrática do Congo ativou imediatamente um plano de resposta para tentar conter a transmissão da epidemia de ebola e sensibilizar a população sobre as medidas preventivas, trabalhando em conjunto com a Cáritas da Espanha, que vem capitaneando há 2 anos uma campanha de angariação de fundos destinados a iniciativas de combate ao ebola no coração da África.

Para se ter uma dimensão da gravidade do ebola, basta recordar que, enquanto a taxa de mortalidade da covid-19 está em torno de 2,5% no país, a do ebola chega, na média histórica, a espantosos 66%. Trata-se de um dos vírus mais mortais que ameaçam hoje a humanidade.

O ebola no Congo tem surgido e ressurgido em surtos que vinham se concentrando nas regiões de Ituri e Kivu, norte do país, mas o surto mais recente ocorreu na província de Equateur, bastante distante de Kivu.

As ações de combate ao vírus por parte da Cáritas Congo em Equateur preveem o uso de 23,7 milhões de euros num programa de conscientização e profilaxia focado prioritariamente em 1.000 líderes comunitários, o que inclui chefes de diversas denominações religiosas, agentes pastorais, chefes de comércio e associações de transporte, jovens e membros das Células de Animação Comunitária. O material de prevenção será distribuído aos membros de 50 associações, incluindo equipamentos e produtos para desinfecção. Além dessas lideranças, a Cáritas vem prestando especial atenção aos grupos de maior risco de contágio, em particular as mulheres, por serem as que geralmente cuidam dos doentes, preparam funerais e fazem as compras e preparos de alimentos. Também fazem parte dos grupos prioritários os motoristas, taxistas e comerciantes, por conta do seu contato com grande número de pessoas no dia-a-dia e, portanto, do seu alto potencial de disseminar o vírus caso sejam contagiados.

A atual epidemia de ebola é nada menos que a 11ª do tipo no país, desde o primeiro surto em 1976. A anterior acabava de ser declarada encerrada no mês passado em Kivu e Ituri, onde matou 2.277 pessoas ao longo de dois anos, quando as autoridades congolesas já tiveram de reconhecer o início do novo surto em Equateur. 48 pessoas já foram infectadas e 20 já morreram (cf. atualização de 13 de julho). Os dados são do Escritório de Coordenação de Assuntos Humanitários da ONU.

Em paralelo, a República Democrática do Congo enfrenta a sua pior epidemia de sarampo de todos os tempos, além de continuar convivendo com altos índices de desnutrição, miséria e violência.

Com informações de ACI Digital.




Leia também:
As crianças-cadáveres escravizadas nas minas de coltan do Congo


Cardeal Fridolin Ambongo Besungu

Leia também:
Cardeal do Congo: “Nosso fracasso não é culpa dos brancos”

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Tags:
Áfricacovid-19DoençaPobreza
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
Philip Kosloski
3 poderosos sacramentais para ter na sua casa
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
Aleteia Brasil
O milagre que levou a casa da Virgem Maria de...
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
Pe. Zezinho
Francisco Vêneto
Duas emissoras brasileiras deturpam fatos em ...
Reportagem local
Corpo incorrupto de Santa Bernadette: o que o...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia