Aleteia
Quarta-feira 21 Outubro |
São Bertoldo de Parma
Atualidade

OMS conclui primeira conferência sobre epidemia de fake news

NEW YORK

Shutterstock | Kits-Pix

Octavio Messias - publicado em 24/07/20

Infodemia, como é chamada a superpropagação de informação, se alastra na velocidade de um vírus e custa vidas

A pandemia do novo coronavírus chegou em um momento muito particular e perigoso da história, pois ele coincide com o hiper-fluxo de informações, uma realidade que já vivíamos antes do surgimento da Covid-19.

Como informação precisa e de qualidade é essencial no combate ao vírus, a disseminação de notícias falsas atrapalha e muito na conscientização da população e na divulgação dos cuidados necessários. 

A situação está tão grave que pela primeira vez na história a Organização Mundial de Saúde (OMS) realizou, ao longo de três semanas, uma conferência científica com 110 especialistas de 14 áreas diferentes para debater os efeitos da infodemia, como é chamada a disseminação sem critério de informações, que foi concluída nesta terça-feira (21).

Os especialistas demonstraram preocupação especial com notícias falsas que estão custando vidas. Tanto que ainda no início da pandemia a organização criou uma página na internet com o intuito de desmentir informações falsas. 

Nos Estados Unidos, por exemplo, após o presidente Donald Trump ter falado da boca para fora que a ingestão de desinfetante ajudaria a eliminar o vírus, a cidade de Nova York registrou 30 chamados hospitalares de indivíduos que beberam produtos equivalentes à Cândida e quase morreram. No Irã, mais de 700 pessoas perderam a vida após consumirem metanol na esperança de matar o vírus. 

O mesmo vale para o consumo de medicamentos como hidroxicloroquina e azitromicina, que não têm eficácia comprovada por nenhum órgão de saúde respeitável e podem trazer efeitos colaterais. Na França, após diversos óbitos por problemas cardíacos associados ao uso de hidroxicloroquina, a indicação ao uso do medicamento foi suspensa.

No Reino Unido, após circular a teoria da conspiração de que a pandemia estaria relacionada à tecnologia 5G, quase 100 torres de sinal do país foram incendiadas e funcionários de operadoras foram atacados, aumentando o tumulto e desviando, assim, foco e recursos do combate à pandemia. 

A OMS alegou que em um mundo com mais e mais celulares conectados à internet, mensagens falsas se alastram pelas redes sociais e por aplicativos de mensagens na velocidade de um vírus. Para os participantes do seminário, a solução exige uma abordagem multidisciplinar por parte da comunidade científica de diversos aspectos da disseminação de informações falsas.

E da conscientização de cada um, que, como a própria OMS apontou, tem sua parcela de responsabilidade e deve fazer sua parte: não compartilhando informações antes de confirmá-las.

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Tags:
CoronavírusPandemia
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
CARLO ACUTIS
John Burger
Como foram os últimos dias de vida de Carlo A...
violência contra padres no Brasil
Francisco Vêneto
Outubro de cruz para padres no Brasil: um per...
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
Pe. Gilmar
Reportagem local
Padre é encontrado após três dias desaparecid...
CHILE
Reportagem local
Duas igrejas são incendiadas durante protesto...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia