Aleteia

Ed Sheeran: “Me afogava no álcool e na comida, mas minha mulher me mudou”

ED SHEERAN,
Denis Makarenko | Shutterstock
Compartilhar

Astro pop britânico afirmou que seu casamento foi fundamental para sua saúde física e mental

Edward Christopher Sheeran, mais conhecido como Ed Sheeran, é cantor, compositor e ator. Com cara de rapaz sincero e cabelo ruivo bagunçado, é atualmente um dos artistas pop mais ouvidos do mundo, vendeu dezenas de milhões de discos e coleciona prêmios.

Há dois anos, ele se casou com Cherry Seaborn e, graças a ela, o cantor mudou e se salvou de uma vida de excessos e loucuras.

Recentemente, em uma conferência online sobre ansiedade e bem-estar, Ed Sheeran relatou alguns aspectos doloroso de sua vida, revelando que tem uma “personalidade muito dependente”. Durante a turnê mundial para divulgar o disco “X” (entre 2014 e 2015), ele diz que viveu momentos difíceis e passou a abusar da comida, do álcool e da cocaína. Uma montanha russa de euforias e vícios em meio aos shows e ao sucesso mundial. Algo muito triste…

“A princípio, parece um pátio de recreio, depois as coisas mudam. Talvez tenha sido o ponto mais baixo da minha vida”, disse Sheeran à Vanity Fair.

“Depois dos shows, bebia a noite inteira”

O cantor revela que depois dos aplausos tinha ataques de pânico. Para tentar se “curar”,  se afogava no álcool e consumia drogas a noite inteira no ônibus, enquanto viajava para outras cidades da turnê.

“Entre um show e outro, ficava acordado a noite inteira no ônibus para beber. Depois, dormia o dia inteiro, acordava e subia no palco. Durante quatro meses, não vi a luz do sol. Pedia dois jantares e comia tudo. Depois dos shows, bebia a noite inteira novamente. Mas Cherry veio e me mudou. Comecei a seguir seu estilo de vida”, afirmou.

O cantor e compositor também revela a relação insana que tinha com a comida, em particular os doces. Ele comia grandes quantidades até vomitar. 

ED SHEERAN
Instagram @teddysphotos

Mudanças

Em julho de 2015, Sheeran virou o disco. Ele começou a namorar Cherry (que era sua amiga de infância) e abandou os maus costumes para se adaptar ao estilo de vida saudável da mulher.

“Ela treina muito. Comecei a correr com ela. Ela come de maneira saudável e eu comecei a seguir sua dieta também. Além disso, agora não bebo, assim como ela”, afirmou à Vanity.

Como diz Jack Nicolson, “o amor nos torna pessoas melhores”.

Boletim
Receba Aleteia todo dia