Aleteia
Segunda-feira 19 Outubro |
Santos Mártires Canadenses
Histórias Inspiradoras

Jornalista que era ateu fala do papel de Dom Henrique na sua conversão a Cristo

Dom Henrique Soares da Costa

Dom Henrique Soares da Costa (Reprodução)

Aleteia Brasil - publicado em 29/07/20

"Converti-me ao catolicismo. Dom Henrique Soares teve um importante papel nesse sentido, pois era prazeroso ouvi-lo falar de Deus"

Um jornalista brasileiro compartilhou nesta semana o seu depoimento pessoal sobre o papel exercido por Dom Henrique Soares da Costa na sua conversão de ateu a cristão. O bispo de Palmares faleceu no último dia 18, gerando imensa onda de comoção em todo o Brasil – inclusive com um vasto movimento que pede a imediata abertura da sua causa de canonização. Em vida, ele dedicou grandes esforços à divulgação da reta doutrina católica diante das muitas confusões e deturpações que são disseminadas em nossos tempos.

Eis o testemunho publicado pelo jornalista Luis Vilar e compartilhado por vários internautas em redes sociais, a respeito do impacto de Dom Henrique na sua trajetória de conversão:

Era para ter escrito esse texto antes. Todavia, todas as vezes que iniciava essas linhas, sentia uma espécie de bloqueio, temendo não estar à altura de tudo o que pode ser dito sobre Dom Henrique Soares; também da imensa gratidão que tenho por conta do que escreveu e do que disse em cada homilia ou entrevista a que assisti. Não conheci Dom Henrique Soares pessoalmente, mas sempre acompanhei seu combate em nome da Fé.
Quem me conhece sabe que não era cristão. Ao contrário, era ateu. Porém, quando comecei a estudar o Cristianismo de forma mais séria e recorrendo a diversos autores – dentre historiadores, apologistas e até detratores – minha vida mudou imensamente. Converti-me ao catolicismo. Dom Henrique Soares teve um importante papel nesse sentido, pois era prazeroso ouvi-lo falar de Deus, de Nosso Senhor Jesus Cristo e da Igreja Católica. Ele foi um dos instrumentos de Deus para que eu chegasse, ainda que tardiamente, à Fé. Tentei conhecer Dom Henrique Soares pessoalmente por meio de alguns amigos em comum. Mas esse encontro nunca foi possível. Logo, nunca consegui dizer a Dom Henrique Soares o quanto era grato. Sinto-me em débito. Soube da morte de Dom Henrique Soares quando estava viajando. Ao chegar ao quarto de hotel, ao abrir o celular, chegaram mensagens de amigos – todos eles entristecidos por conta do luto – me informando que aquele homem de Deus havia então falecido. Confesso: a mesma tristeza me abateu, assim como o arrependimento de não ter feito mais esforços para que o sentimento que tinha por Dom Henrique Soares tivesse chegado ao conhecimento dele. A única coisa que queria dizer era: “Obrigado, Dom Henrique. Obrigado por ter me ajudado com suas palavras a compreender melhor aquele sentimento que em mim nascia quando comecei a me aproximar de Nosso Senhor Jesus Cristo, depois de tantos anos negando a Fé por estar intoxicado de tanto materialismo. Obrigado por ter combatido esse materialismo dentro e fora da Igreja e ter abraçado a Verdade, que não é uma ideia, mas um homem: Nosso Senhor”. Dom Henrique Soares era um profundo conhecedor da história da Igreja. O combate que travou incluiu desfazer mitos, a coragem de dizer coisas difíceis de se ouvir para muitos católicos, mas necessárias em tempos em que Cristo é tão atacado, deturpado ou visto apenas pelas óticas de determinadas ideologias seculares que tentam se aproveitar da crença para interesses inconfessos e até mesmo políticos. Dom Henrique tinha a coragem de se posicionar acima disso tudo. Não é fácil. Afinal, por vezes, isso nos encaminha para uma solidão moral profunda. Mas com Deus nada se teme e Dom Henrique Soares não temeu sequer a morte. Entregou-se nos braços de Deus fazendo valer o que muitos por aí apenas colocam da boca para fora: o abandonar-se em Cristo e por Cristo. Dom Henrique Soares era, portanto, um exemplo de como viver a Fé. Então, caros leitores, demorei a escrever sobre, mas aqui estou. Desfiz-me da preocupação de querer um texto rebuscado e profundo e optei por um texto sincero que contivesse nas linhas e nas entrelinhas o que sempre quis expor a Dom Henrique Soares por meio de um simples “obrigado”. Dom Henrique Soares será sempre um exemplo, uma luz que guia aqueles que realmente querem compreender o que de fato é a Igreja Católica e o Cristianismo. De uma honestidade intelectual ímpar, ele foi um verdadeiro leão combatendo o mal dentro e fora do catolicismo, com extremo zelo pelo sagrado e desprezo pelas ideologias seculares. Travou essa luta sendo conhecedor profundo da essência do que defendia e do que combatia. Nesse sentido, teve uma vida intelectual que serve de modelo a quem ama o estudo, tratando as próprias opiniões a chicotadas para não ser seduzido pela “opinião própria”, mas se dedicar a buscar o que é verdadeiro. É que não somos donos da verdade, mas, ao amá-la, sempre nos colocamos a serviço dela. Meus caros, mesmo diante de um sentimento de tristeza pela lacuna que fica para a Igreja e para muitos cristãos, ouso então dizer que só há mesmo espaço para a gratidão por Deus nos ter concedido aprender com alguém como Dom Henrique Soares. Que busquemos conhecer o seu pensamento, registrado em textos e em diversos vídeos, homilias etc… Que ele sempre esteja presente, que seja a inspiração da luta a ser travada por cada um de nós. Não tenho aqui as melhores palavras, porém a sinceridade que me leva a um pequeno resumo. Dom Henrique: um homem que abraçou sua missão. Que combateu o bom combate. Que guardou a Fé e, sendo instrumento, ajudou outras pessoas, incluindo esse que aqui fala, a se aproximar de Cristo e a encontrá-Lo enquanto Ele se permite ser encontrado. Um homem que mostrou o quanto viver é Cristo e morrer é lucro. Dom Henrique Soares, simplesmente obrigado por tudo!


Dom Henrique Soares da Costa

Leia também:
“Santo Henrique Soares”: redes sociais pedem abertura de processo de canonização

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Tags:
AteismoConversãoTestemunho
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
st charbel
Reportagem local
Por acaso não está acontecendo o que São Char...
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
FATIMA
Philip Kosloski
Fotos raras dos 3 pastorinhos de Fátima
POPE FRANCIS GENERAL AUDIENCE
Reportagem local
As 3 orações que o Papa pediu para rezarmos e...
Pe. Gilmar
Reportagem local
Brasil: padre desaparece e manda mensagem com...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia