Aleteia

Encontrada igreja de 1.300 anos perto do Monte da Transfiguração de Jesus

Israel Antiquities Authority
Compartilhar

Pesquisadores acreditam que a igreja tenha feito parte de uma abadia na região da Baixa Galileia

Arqueólogos desenterraram uma igreja bizantina de 1.300 anos no sopé do Monte Tabor, que, segundo o Novo Testamento, é o local da Transfiguração de Jesus.

A Autoridade de Antiguidades de Israel, juntamente com a Kinneret Academic College, conduziu as escavações que levaram à descoberta da igreja na vila de Kfar Kama, na Baixa Galileia, conforme informou o The Algemeiner.

Líder da equipe, o arqueólogo Nurit Feig disse: “A igreja, medindo 12 × 36 [metros], inclui um grande pátio, um vestíbulo e um salão central. Particular para esta igreja é a existência de três absides (nichos de oração), enquanto a maioria das igrejas era caracterizada por uma única abside”.

Os pesquisadores acreditam que a igreja fazia parte de um mosteiro construído nos arredores da vila.

Desde o início da era bizantina, o local é sagrado para os cristãos, que acreditam ser o lugar onde ocorreu a Transfiguração de Jesus, descrito nas Escrituras. Os Evangelhos de Marcos, Mateus e Lucas narram que Jesus leva Pedro, Tiago e João para uma montanha alta, onde ele é banhado em luz radiante, um sinal de sua glória.

Durante a escavação, os arqueólogos descobriram mosaicos coloridos no chão, em padrões geométricos, com azulejos vermelhos geométricos azuis. O relicário de um santo também foi desenterrado, mas os pesquisadores até agora não conseguiram determinar quais ossos estavam contidos na pequena caixa de pedra encontrada no local.

A escavação faz parte de um projeto de pesquisa arqueológica sobre igrejas na Terra Santa e no leste do Mediterrâneo, financiado pela Fundação de Ciência de Israel.

 

Boletim
Receba Aleteia todo dia