Aleteia logoAleteia logoAleteia
Quarta-feira 25 Maio |
São Dionísio 
Aleteia logo
Religião
separateurCreated with Sketch.

A Igreja é antiga, mas não é velha: ela persiste porque não é construção humana

Cistercian Monks Return To The Ruins Of Rievaulx Abbey

©Christopher Furlong/GettyImages

Reportagem local - publicado em 03/08/20

"As ideologias novas tornam-se rapidamente velhas. Todos os que prenunciam a morte da Igreja morrem, e ela fica"

Proliferam constantemente por alguns círculos sociais as “previsões” ou “sentenças” de que a Igreja Católica está morta ou em vias de morrer. É assim desde os primeiros tempos, quando os primeiros cristãos eram martirizados justamente para que a Igreja deixasse de existir, e continua sendo até hoje, quando o cristianismo continua sendo a religião mais perseguida do planeta, de modo aberto em alguns lugares e velado em outros, em pleno século XXI.

A esse respeito, vale recordar o que escreveu o grande G. K. Chesterton:

“A Igreja Católica é antiga, não velha. As ideologias novas tornam-se rapidamente velhas, passadas. A Igreja cativa sempre os jovens, fascina-os sempre. Todos os que prenunciam a sua morte morrem e ela fica. A Igreja não muda porque é a verdade. A Igreja Católica persiste porque não é uma construção humana”.

De fato, uma conversa presencial ou via redes sociais com detratores da Igreja costuma confirmar que uma grande quantidade das críticas mais azedas contra ela vem de pessoas cuja interpretação sobre a Igreja não nasce do real conhecimento sobre ela e a sua verdadeira doutrina, mas de narrativas ditas “jornalísticas” ou “acadêmicas” baseadas em opiniões subjetivas, em experiências pontuais e em recortes de episódios nos quais, gritantemente, foram traídos os mais elementares princípios, valores e ensinamentos da própria Igreja.

Outra grande personalidade da Igreja, o arcebispo norte-americano dom Fulton Sheen, afirmou certa vez:

“Não há sequer cem pessoas nos Estados Unidos que odeiam a Igreja Católica. Mas há milhões que odeiam o que elas acham que a Igreja Católica é”.

Diga-se o mesmo de qualquer outro país.

E a todos os que sentenciam a morte da Igreja com base naquilo que pensam que ela é, vale a única promessa que realmente importa a seu respeito, feita por seu próprio Fundador, Jesus Cristo, a São Pedro, seu primeiro Papa:

“E eu te declaro: tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha Igreja; as portas do inferno não prevalecerão contra ela” (Mateus 16, 18).



Leia também:
Lituânia: a Colina das Cruzes que desafiou e derrotou a tirania do ateísmo obrigatório

Tags:
DoutrinaIdeologiaIgreja CatólicaPolítica
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

PT300x250.gif
Oração do dia
Festividade do dia





Envie suas intenções de oração à nossa rede de mosteiros


Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia