Aleteia

Brasil: 415 padres diocesanos estão com Covid-19

PRIEST
Silvio AVILA / AFP
Compartilhar

Levantamento da CNBB aponta também que 21 sacerdotes faleceram em decorrência da Covid-19 no país

Um levantamento feito pela Comissão Nacional de Presbíteros (CNP), da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), apontou que 415 padres diocesanos estão contaminados com o novo coronavírus em todo o território brasileiro.

Os números são referentes ao levantamento feito em 31 de julho e apresenta um aumento de mais de 11% em relação ao último levantamento publicado dois dias antes, que registrou 368 padres contaminados.

Segundo a CNBB, 21 religiosos faleceram em decorrência da Covid-19.

O levantamento

Os números foram totalizados depois de consulta realizada junto às 18 regionais da CNBB, que incluem 278 circunscrições religiosas do país (dioceses e arquidioceses). Os números, contudo, podem ser maiores, uma vez que o levantamento focou apenas nos padres diocesanos, ou seja, não contabilizou os padres ligados às congregações religiosas.

A regional Sul 1 da CNBB, que compreende o Estado de São Paulo, registrou o maior número de padres infectados: 72 no total.  Na região foi registrada uma morte entre os sacerdotes.

Já a regional Norte 2 da CNBB, que compreende os estado do Pará e Amapá, registra o maior número de mortes em decorrência da doença. Até agora são seis padres mortos nos dois estados.

 

 

Boletim
Receba Aleteia todo dia