Aleteia
Quarta-feira 28 Outubro |
São Sálvio
Atualidade

Líbano: fundação AIS vai enviar ajuda de emergência às vítimas da explosão

LIBAN, BEJRUT

AFP/EAST NEWS

Fundação AIS - publicado em 09/08/20

Testemunhas comparam explosão a uma "bomba atômica"

A Fundação AIS a nível internacional irá enviar de imediato, para Beirute, uma ajuda de emergência no valor de 250 mil euros para aquisição de cabazes alimentares, após a enorme explosão de ontem (4 de Agosto). A ajuda da Fundação AIS terá como alvo as famílias pobres mais afectadas pela explosão que devastou a área portuária da capital libanesa.
Pelo menos 100 pessoas foram mortas e 4.000 ficaram feridas quando explodiram 2.750 toneladas de nitrato de amónio armazenado num armazém.
O Pe. Raymond Abdo, parceiro da Fundação AIS no Líbano, afirmou à instituição: “A explosão parecia uma bomba atómica, com fumo vermelho por todo o sítio e imensos danos.”
Por sua vez, o Pe. Samer Nassif, especialista da Fundação AIS no Líbano, disse que a área cristã de Beirute foi “completamente devastada”. Pelo menos 10 igrejas foram destruídas, 300.000 pessoas ficaram sem tecto e muitas outras estão a sofrer com a “total destruição” dos seus meios de subsistência. Disse: “Ontem, num segundo, foram provocados mais danos ao bairro cristão de Beirute do que durante os longos anos de guerra civil. Temos de o reconstruir do zero.”
Os Padres Abdo e Nassif afirmaram que, após a longa crise económica e o coronavírus, o Líbano está mal equipado para lidar com as emergências e precisa urgentemente de ajuda internacional para as necessidades básicas do povo.
No “Apelo aos Países do Mundo” enviado hoje (quarta-feira, 5 de Agosto), o Patriarca Maronita Cardeal Bechara Boutros Rai, presidente da Conferência de Patriarcas e Bispos Católicos do Líbano, disse: “Beirute é uma cidade devastada. Beirute, a noiva do Oriente e o farol do Ocidente, está ferida. É uma cena de guerra – há destruição e desolação em todas as ruas, distritos e casas.”
O Pe. Abdo descreveu como, num convento não muito longe do seu mosteiro, uma religiosa idosa e doente morreu devido aos ferimentos provocados pela explosão. O padre carmelita contou que ela era a única que não estava na sala de jantar no momento da explosão e que, se as outras estivessem nos seus quartos, muitas teriam morrido ou ficado gravemente feridas.
A Fundação AIS apela à oração pelas vítimas e suas famílias.
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Tags:
Líbanotragedia
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
Philip Kosloski
3 poderosos sacramentais para ter na sua casa
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
Aleteia Brasil
O milagre que levou a casa da Virgem Maria de...
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
Pe. Zezinho
Francisco Vêneto
Duas emissoras brasileiras deturpam fatos em ...
Reportagem local
Corpo incorrupto de Santa Bernadette: o que o...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia