Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Quarta-feira 28 Outubro |
São Sálvio
home iconEstilo de vida
line break icon

Como a cultura pornográfica deseduca os jovens para o sexo

HOLDING HANDS

Burst | Pexels CC0

Octavio Messias - publicado em 17/08/20

Modelos de relações mecânicas e performáticas impede com que se estabeleçam conexões verdadeiras

A cultura dos filmes pornográficos – que se tornou muito mais popular com a internet – presta um enorme desserviço à educação sexual de milhões de jovens em todo o mundo. A indústria pornô está criando uma geração de ansiosos e sexualmente frustrados.

Psicólogos e urologistas demonstram preocupação por meninos – tão jovens quanto 12 anos – estarem fazendo uso recreativo de medicamentos como Viagra (originalmente destinado a idosos).

No Reino Unido, grande parte da publicidade do comprimido é destinada ao público jovem.

Especialistas alertam para o risco de dependência psicológica, que vem se tornando cada vez mais comum entre adolescentes e adultos, e quanto aos efeitos colaterais do medicamento, com risco ao coração. 

A explicação para esse fenômeno é que, impressionados com o modelo de virilidade sustentado pela cultura pornô, os jovens tentam reproduzir tais performances – mal sabem eles que astros pornô já tomavam substâncias para turbinar a ereção, muitas delas mais perigosas à saúde, décadas antes do lançamento do Viagra, em 1998.

Além de estabelecer um padrão não natural de homem que coloca a saúde física e psicológica em risco, a cultura pornô ensina como fazer sexo da maneira errada.

Sexólogas cada vez mais apontam como o prazer da mulher está relacionado a carícias e a sutilezas, e os homens chegam na cama achando que vão agradar reproduzindo uma série de movimentos mecânicos.

Mais do que isso, a indústria pornô está criando uma legião de maus-amantes.

Sexo de qualidade está muito mais relacionado a intimidade conjugal, carinho, cumplicidade, conexão.

A repetição de movimentos descompassados em série consiste, no máximo, em uma masturbação a dois. Não é como se atinge o vínculo simbiótico gerado pela união carnal. 

Por isso recomenda-se que os pais conversem sobre sexo abertamente com os filhos sobre todo tipo de questão, inclusive as de natureza sexual, e os orientem. Disso surgirão adultos mais felizes e saudáveis, capazes de estabelecer vínculos profundos.




Leia também:
Meu marido é viciado em pornografia, o que devo fazer?

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Tags:
AmorCasamentoSexualidade
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
Philip Kosloski
3 poderosos sacramentais para ter na sua casa
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
Aleteia Brasil
O milagre que levou a casa da Virgem Maria de...
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
Pe. Zezinho
Francisco Vêneto
Duas emissoras brasileiras deturpam fatos em ...
Reportagem local
Corpo incorrupto de Santa Bernadette: o que o...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia