Aleteia logoAleteia logoAleteia
Domingo 21 Abril |
Aleteia logo
Atualidade
separateurCreated with Sketch.

Justiça de Angola manda fechar templos da Igreja Universal do Reino de Deus

Justice

© liveostockimages/SHUTTERSTOCK

Aleteia Brasil - publicado em 19/08/20

A organização multinacional brasileira foi acusada de fraude e outras atividades criminosas no país africano

A Procuradoria-Geral de Angola executou o fechamento, no país, de sete templos da Igreja Universal do Reino de Deus (Iurd), organização multinacional fundada no Brasil pelo empresário Edir Macedo, que se declara bispo. A organização foi acusada de fraude e outras atividades criminosas.

Em 2019, a Iurd em Angola foi enfaticamente acusada de sonegação fiscal e “práticas contrárias à realidade do país”. Os acusadores foram quase 300 assim chamados bispos da própria Iurd, angolanos, que decidiram afastar-se da organização.

Tais denúncias culminaram num processo penal aberto em dezembro pela Procuradoria-Geral de Angola. O procurador-geral, Álvaro da Silva João, declarou a respeito:

“Esta medida foi adotada porque nos autos há indícios suficientes da prática de delitos como associação criminosa, fraude fiscal, exportação ilícita de capitais, abuso de confiança e outros atos ilegais”.

Em 2017, a mesma organização chegou a ser acusada em Portugal de tráfico internacional de crianças.


O segredo dos deuses - Igreja Universal do Reino de Deus acusada de tráfico internacional de crianças

Leia também:
Bomba: igreja de Edir Macedo acusada de tráfico internacional de crianças em Portugal

Tags:
Religião
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia