Aleteia logoAleteia logoAleteia
Terça-feira 27 Fevereiro |
Aleteia logo
Estilo de vida
separateurCreated with Sketch.

Quando o Santo Terço se tornou o meu remédio

ROSARY

Pascal Deloche | Godong

Talita Rodrigues - publicado em 19/08/20

O testemunho de uma psicóloga católica que encontrou no Terço uma forma de enfrentar a ansiedade

Todos nós sabemos que vivemos dias agitados, angustiantes e inesperados. Quem me conhece sabe que eu sofro de ansiedade e que, assim como todas as outras pessoas, eu também sinto falta de ar, medo do futuro e frios na barriga sem motivos.

Não é fácil conviver com o coração batendo mais forte todos os dias e simplesmente vivendo num futuro que sequer chegou. Para o ansioso, não existe o hoje. Existem apenas dois tempos: passado e futuro. Sabemos que Deus fez todos os profissionais de saúde para que tivéssemos apoio. Entre eles, existem psicólogos – assim como eu sou – e psiquiatras – que entendem sobre toda a questão química que envolve o cérebro humano.

Por anos, busquei ajuda psicológica e apoio psiquiátrico – porque sim, o nosso cérebro na maioria das vezes precisa de um estímulo químico para que tudo entre nos eixos. E isso não é coisa de louco. Louco é viver uma eterna angústia que durará todos os dias, por não buscar ajuda. Pois bem, busquei ajuda e absolutamente nada adiantou.

Obviamente as conversas com o profissional de psicologia e o modo como dei sentido à minha própria história me ajudaram muito. Afinal, como psicóloga, sei muito bem que sintomas significam a minha angústia tendo voz. E que quando a minha angústia grita, significa que eu preciso olhar para dentro de mim e ressignificar o que dói.

Sabemos que a medicação causa efeitos colaterais e, na maioria das vezes, os sintomas que queremos amenizar tendem a piorar, pelo menos até que o nosso corpo se acostume com ela. Passei por tudo isso, e nada adiantou.

A cada dia, eu me sentia mais angustiada, mais ansiosa, mais medrosa, mais insegura – e cada vez mais eu sentia que me perdia um pouco mais de mim. Até o dia em que comecei a sentir no meu coração o chamado para orar o Santo Terço – em especial nos momentos em que me sentia dessa forma.

Resisti por alguns dias, mas depois da angústia aumentar e absolutamente nada adiantar, finalmente prestei atenção ao chamado em meu coração e orei. Não deu outra! Pense só: o Santo Terço, uma oração pesada e demorada me ajudou. Quem diria?

Mas afinal, o que eu quero dizer com tudo isso?

Quero dizer que é o Santo Terço que tem me salvado todos os dias. É ele que tem sido o único remédio eficaz e capaz de me salvar das minhas próprias angústias e da ansiedades causadas pelo mundo.

Se você sente ansiedade assim como eu, ore o Santo Terço, e também testemunhará que a cada dia, você tem sido salvo pela graça de Deus.


MOTHER MARY

Leia também:
As 15 promessas de Nossa Senhora a quem rezar o Terço

Tags:
Terço
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia