Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Quinta-feira 29 Outubro |
São Colmano
home iconEstilo de vida
line break icon

3 dicas para reprogramar o cérebro e mudar seus hábitos

PRAYING

fizkes | Shutterstock

Octavio Messias - publicado em 31/08/20

Quarentena pode ser gatilho para comportamentos destrutivos 

A essa altura da quarentena, é compreensível que você tenha desenvolvido novos hábitos. Se não um novo hábito, talvez os hábitos antigos, que durante o distanciamento social se intensificaram e podem estar prejudicando tanto a sua rotina de trabalho quanto as pessoas que moram com você. Esses hábitos podem ir de passar muitas horas na internet ou em frente à TV a comer fora de hora, deixar acumular louça na pia ou extrapolar no consumo de álcool. 

Conforme explica o PhD Art Markman, professor de psicologia da Universidade do Texas, nossos hábitos são orquestrados, por assim dizer, por uma rede de sistemas cerebrais que associa o nosso estado mental atual (o que você quer, pensa, sente) e o ambiente em que nos encontramos a uma determinada atividade. E então esse comportamento passa a ser efetuado mais pela memória do que pela decisão. Por exemplo, se você começar a fumar um cigarro após o café, em pouco tempo esse hábito se tornará automático. Mas existem formas de dissociar esses padrões de comportamento.

A seguir, três dicas do professor Markman – publicadas em sua coluna no site Fast Company – sobre como reeducar seu cérebro para abolir certos hábitos.

1Substitua por outra coisa

Tente trocar o hábito indesejado por algum outro ao qual você queira aderir. Por exemplo: substitua petiscos por vegetais ou doces por frutas, um cigarro por um copo de água, tempo sentado no sofá por caminhadas, internet por livro, e assim por diante. Assim você cria novas memórias e esse novo comportamento em breve se torna um hábito.

2Tente uma mudança de cenário

Em um ambiente diferente a memória do hábito surgirá com menos intensidade. E você pode aproveitar para configurar o espaço de modo que a execução do velho hábito se torne o mais difícil possível. Quer passar menos tempo no celular, deixe o aparelho o mais longe possível, nem que seja no fundo armário. Quer comer menos chocolate, coloque as barras no ponto menos visível da cozinha, ou melhor ainda, nem compre chocolate.

3Solicite apoio

É um erro absoluto achar que damos conta de tudo e que não precisamos do outro para nada. Todo e qualquer grupo terapêutico consiste em uma rede de apoio e ter alguém para ajudar na missão pode ser exatamente o estímulo que faltava. 

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Tags:
CoronavírusDepressãoEstressePandemiaSaúde
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
Aleteia Brasil
O milagre que levou a casa da Virgem Maria de...
Philip Kosloski
3 poderosos sacramentais para ter na sua casa
Reportagem local
Corpo incorrupto de Santa Bernadette: o que o...
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
OLD WOMAN, WRITING
Cerith Gardiner
A carta de uma irlandesa de 107 anos sobre co...
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia