Aleteia
Segunda-feira 26 Outubro |
São Fulco
Religião

"Não alimente padre nem pastor": será que todos devem pagar pelo erro de alguns?

Pe Gabriel Vila Verde

Pe. Gabriel Vila Verde / Facebook

Pe. Gabriel Vila Verde - publicado em 01/09/20

Pe. Gabriel Vila Verde concorda: "Enriquecer não, esbanjar também não e ostentar jamais". No entanto, pergunta: "Mas o padre tem que passar fome?"

Em sua rede social, o pe. Gabriel Vila Verde se pronunciou sobre alguns questionamentos que acabam se transformando em generalizações injustas sobre a razão de ser do dízimo. Ele comenta:

Vi um vídeo onde determinada senhora fala contra o dízimo. No vídeo, ela diz: “não alimente padre nem pastor”. Fiz então a minha reflexão: um torcedor paga ingressos para assistir a um jogo, e parte do dinheiro vai para o bolso do jogador. Um fã vai no show e paga o ingresso; parte do dinheiro vai para o bolso do cantor e do músico. O Padre celebra, confessa, assiste casamento, visita os enfermos, abençoa casas, realiza funerais, aconselha, prega, socorre os pobres… Mas só ele não pode comer, nem beber, nem se vestir? Paciência, minha gente!!! Enriquecer não, esbanjar também não e ostentar jamais, mas passar fome? Graças a Deus que meus paroquianos pensam diferente daquela senhora do vídeo, pois eu não preciso tirar do dízimo para comprar comida. Eles já trazem o almoço pronto, diariamente. Rico não sou, mas de fome eu não morro, pois tenho um povo que reconhece meu trabalho!

De fato, a Igreja é clara no tocante à disciplina e à sobriedade que se espera de todos os sacerdotes e de todas as pessoas consagradas. Há normas bem definidas a serem seguidas por todos, assim como há os conselhos evangélicos de pobreza, castidade e obediência que se estendem a todos, independentemente de serem professados como votos religiosos solenes ou não (religiosas e religiosos, que são membros de ordens e congregações, emitem os votos de pobreza, castidade e obediência; já os padres diocesanos não emitem formalmente esses votos, mas continuam tendo o chamado evangélico a viver a pobreza, a castidade e a obediência como virtudes).

Os membros da Igreja que desprezam esses conselhos evangélicos e descumprem essa disciplina devem responder pelos próprios erros sem que todos os demais sejam injustamente julgados e condenados como “farinha do mesmo saco”. Aqueles que cometem não apenas erros, mas crimes propriamente falando, devem também responder criminalmente à justiça civil.

A propósito: é dever moral de todos nós zelar pelo bom uso que se faz dos nossos recursos, e isto inclui também os donativos que fazemos e os impostos que pagamos. Devemos exigir que aqueles que os recebem os utilizem para os devidos fins – e, se não o fizerem, nós temos o dever moral de denunciá-los e exigir que prestem contas. Quanto a julgá-los, cabe a Deus, que o fará de modo perfeito, e à justiça humana, que deverá fazê-lo com base em provas concretas e seguindo o devido processo.

O que não é justo é acusarmos a todos pelos atos de alguns, condenarmos quem ainda nem foi julgado e punirmos uns pelos crimes de outros.

No tocante aos tão falados “tesouros do Vaticano”, é o caso de se recordar o que consta no seguinte artigo:


VATICAN LIBRARY

Leia também:
Será que o Vaticano deve vender seus bens e dar tudo aos pobres?

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Tags:
Igreja CatólicaPadres
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Philip Kosloski
3 poderosos sacramentais para ter na sua casa
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
Papa Francisco
Francisco Vêneto
Papa Francisco e casais homossexuais: o que e...
Aleteia Brasil
O milagre que levou a casa da Virgem Maria de...
SAINT MICHAEL
Philip Kosloski
Oração a São Miguel por proteção contra inimi...
Rosário
Philip Kosloski
Benefícios do Rosário: 3 virtudes que aprende...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia