Aleteia logoAleteia logoAleteia
Segunda-feira 22 Abril |
Aleteia logo
Atualidade
separateurCreated with Sketch.

Estado de S. Paulo retira referência a Cristo na divisão do tempo em livros?

GREGORIAN

Shutterstock | Olga Popova

Reportagem local - publicado em 03/09/20

Vídeo mostra professora explicando as substituições das siglas a.C. (antes de Cristo) e d.C. (depois de Cristo); governador nega

Um vídeo que circula na internet mostra uma professora afirmando que a “Secretaria” (que seria a de Educação de São Paulo) decidiu abolir dos livros didáticos a referência a Jesus Cristo na divisão do tempo histórico. 

Segundo a professora que aparece no vídeo, as siglas a.C. (antes de Cristo) e d.C. (depois de Cristo), utilizadas com referência à divisão do tempo com base no calendário gregoriano, seriam substituídas por a.E.C. (antes da Era Comum) e E.C. (Era Comum).

Segundo o site Gaudium Press, a mulher que aparece no vídeo é Luize Coutinho, professora de História ligada à Secretaria de Educação de São Paulo. O ambiente que aparece no vídeo é o do Centro de Mídias da Educação de São Paulo, a plataforma de ensino remoto utilizada pelo governo do estado durante a pandemia do coronavírus, quando as aulas presenciais estão suspensas. A professora explica a possível mudança: 

“Cristo é uma referência religiosa e a gente sabe que nem todas as religiões têm Cristo como referência e também tem tantas pessoas que não têm religião, então a gente prefere utilizar este termo [a.E.C. e E.C.] que é um pouco mais neutro, mas que significa a mesma coisa”.

O governador João Doria publicou em seu perfil no Facebook que o assunto não passa de fake news:

“Puro oportunismo! Inacreditável até onde vai a capacidade de inventar mentiras para enganar a população. Em momento algum houve determinação por parte da nossa gestão para a exclusão de termos cristãos de livros na rede estadual de ensino em SP. Tenho na minha fé e em minhas orações a certeza de que o bem sempre vence o mal. Meu repúdio a mais uma Fake News.”

Fake news ou não, o fato é que a fala da professora que aparece no vídeo é, no mínimo, preocupante e errônea, já que Jesus Cristo não é apenas uma referência religiosa, como ela diz. Jesus é um importante personagem da história da humanidade, tanto que o seu nascimento foi escolhido como o marco de uma importante mudança na cronologia da história universal.

Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia