Aleteia logoAleteia logoAleteia
Quarta-feira 24 Abril |
Aleteia logo
Religião
separateurCreated with Sketch.

Qual é a diferença entre vida espiritual e vida racional?

shutterstock_1025181364.jpg

Korawat photo shoot | Shutterstock

Pe. Henry Vargas Holguín - publicado em 07/09/20

O espírito é imortal, mas a vida racional acaba com a morte cerebral, ainda que os órgãos vitais possam continuar funcionando mecanicamente

(Este texto complementa a resposta dada no artigo “Em que momento a pessoa perde a alma?“)

Jesus disse: “Eu vim para que as tenham vida, e vida em abundância” (cf. Jo 10, 10) e “Eu sou o caminho, a verdade e a vida” (cf. Jo 14, 6). Em outras palavras, Jesus é vida e dá a vida. Mas que tipo de vida? A vida espiritual, a vida sobrenatural, que é a riqueza, força e vida do nosso espírito.

Quem não recebe Jesus ou a graça santificante (a vida sobrenatural), não tem vida espiritual; só tem vida física, sustentada pela vida ou alma racional.

Nosso espírito ou vida espiritual, que é imortal, é algo muito diferente da nossa vida racional, que termina com a morte cerebral, ainda que os órgãos vitais possam continuar funcionando mecanicamente.

São Paulo nomeia os três elementos do ser humano em 1 Tessalonicenses 5, 23: espírito, alma e corpo.

A Bíblia utiliza o termo “psyché”, “alma”, como a condição vivente do corpo. Alguns traduzem a ‘”psyché” bíblica simplesmente como “vida”.

Recordemos que todos os seres vivos, pelo fato de estarem vivos, têm algo que os anima: são seres animados. Os animais têm vida irracional, as plantas têm vida vegetal e os seres humanos têm vida racional.

Tags:
EspiritualidadeMorteVida Cristã
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia