Aleteia logoAleteia logoAleteia
Quinta-feira 29 Fevereiro |
Aleteia logo
Atualidade
separateurCreated with Sketch.

Cobra Kai traz nostalgia aos fãs de Karate Kid

shutterstock_125837849.jpg

Terry Straehley / Shutterstock.com

Octavio Messias - publicado em 14/09/20

Estrelada por Ralph Macchio e disponível no Netflix, série agrega valores construtivos

Um dos maiores sucessos da quarentena é a série Cobra Kai, cuja segunda temporada recentemente estreou no Netflix e que nos leva à vida dos dois personagens principais de Karate Kid (1984) nos dias de hoje, com ambos na faixa dos 50 anos. Daniel LaRusso, ou “Daniel San” (interpretado por Ralph Macchio) é um próspero revendedor de automóveis, enquanto Johnny Lawrence (William Zabka), na série o verdadeiro protagonista da história, é um alcoólatra depressivo que vive de pequenos reparos e fica desempregado após perder a cabeça com um cliente.

Quando vê um garoto apanhando de uns valentões, Johnny se mete na briga, salva a criança e se compromete a ensiná-la no karatê. Ele reabre a academia Cobra Kai, que já aparece nos três filmes da trilogia, de 1984, 1986 e 1989 – além de um quarto filme, de 1995, com Hilary Swank como protagonista. Quando fica sabendo, Daniel San monta um dojo em sua casa e passa a treinar as crianças que vão rivalizar com os alunos de Johnny. A rivalidade, inclusive, impera, e os dois chegam a se encarar no tatame.

Para quem não se lembra, no primeiro filme da série Johnny era o bully que atacou Daniel San em uma festa de Halloween, e depois suas diferenças foram resolvidas em uma luta, na sequência final do longa. O embate é decidido por Daniel, com o icônico golpe da águia, que inclusive é ironizado na série.

A ideia para Cobra Kai surgiu a partir de um episódio da quarta temporada do sitcom norte-americano How I Met Your Mother (2005-2014) no qual o personagem Barney Stinson não só se revela um grande fã de Karate Kid, como apresenta a polêmica teoria de que Johnny Lawrence seria o verdadeiro herói do filme original e que o chute de Daniel San teria sido desleal. O episódio repercutiu, essa teoria alternativa se popularizou, até que os dois atores foram convidados para fazer uma ponta na oitava temporada da série. Nascia a ideia de um Karate Kid com Johnny como protagonista.

Cobra Kai aposta nesse tom saudosista, surgem várias referências e piadas com base no filme que foi sucesso entre os jovens que cresceram na década de 1984. Daniel San ensina seu pupilo a desenvolver seu reflexo e agilidade pintando cercas no sentido vertical, como ele aprendeu em 1984 com o senhor Miyagi, que não aparece na série por conta da morte do ator Pat Morita (1932-2005), que o interpretava. Em compensação, na segunda temporada da série ressurge John Kreese (Martin Kove), que era o mestre de John no filme. 

Cobra Kai mistura momentos divertidos com outros que inspiram, abordando valores como disciplina, determinação, respeito e amizade. Apesar de o público-alvo ter sido a geração que hoje tem por volta de 40 anos, os produtores já afirmaram que a série caiu na graça dos jovens, que estão descobrindo os filmes Karate Kid. O sucesso é tanto que uma terceira temporada de Cobra Kai foi anunciada para 2021

Tags:
ArteCinemaVirtudes
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia