Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Segunda-feira 20 Setembro |
home iconReligião
line break icon

Os efeitos da pandemia: uma pesquisa com os bispos católicos dos EUA

Liberdade religiosa durante pandemia

ORLANDO SIERRA | AFP

John Burger - publicado em 16/09/20

O Centro de Pesquisa Aplicada no Apostolado entrevistou bispos sobre as respostas à pandemia

O Papa Francisco expressou seu desejo de que a Igreja seja um “hospital de campanha” para as almas feridas. Agora, essa imagem ganhou vida para muitos, já que a Igreja pode fornecer cuidados espirituais e físicos para uma sociedade que enfrenta uma grande emergência de saúde.

Mas o próprio “hospital de campanha” foi gravemente afetado pela mesma emergência de saúde e não é capaz de responder como gostaria. O quão afetada a Igreja está pela pandemia é o assunto de um novo relatório de uma agência de pesquisa em ciências sociais que serve a Igreja nos Estados Unidos.

Em uma pesquisa realizada pelo Centro de Pesquisa Aplicada no Apostolado, os bispos dos EUA relatam que muitas arquidioceses, dioceses, eparquias, paróquias e escolas católicas foram fortemente afetadas pela pandemia de Covid-19, especialmente nas áreas de celebrações de sacramentos, ritos e preparação, bem como financeiramente. Uma proporção menor, mas ainda substancial, de dioceses relatam ter sido muito afetadas no campo do pessoal paroquial e diocesano e nas habilidades de suas organizações de caridade católicas para servir aos necessitados.

“Para enfrentar esses desafios, dioceses e eparquias promulgaram, emitiram e estão considerando uma ampla variedade de remédios, incluindo: orientação pastoral dos bispos sobre como atender às necessidades sacramentais e ao mesmo tempo aderir às diretrizes e ordenanças locais e estaduais, ajudando as paróquias a solicitar ajuda governamental, encorajando os paroquianos a considerarem doar às suas paróquias eletronicamente, oferecendo ajuda às escolas católicas com ensino à distância para os alunos, ajudando as paróquias a oferecer missas online, adaptando as contribuições que as paróquias pagam às suas dioceses, eliminando ou restringindo os programas diocesanos e fechando algumas escolas católicas ou paróquias”, disse a agência.

O Centro de Pesquisa relatou que quase metade dos bispos afirmou que o ânimo dos diáconos e padres foi fortemente afetado, com cerca de um quinto afirmando que o ânimo dos ministros eclesiais leigos, dos próprios bispos e dos funcionários da chancelaria foram “muito afetados”.

Além disso, cerca de um quarto dos bispos indicam que a capacidade da rede de caridade Catholic Charities de servir aos necessitados foi “muito afetada”.

A pesquisa deu aos bispos a chance de escrever sobre suas situações particulares, além de responder às perguntas de múltipla escolha. Em relação às questões financeiras, os bispos escreveram que estão mais preocupados com o fato de as paróquias não terem suas coletas regulares de ofertório desde que as igrejas foram fechadas ao público.

Estão também preocupados com a saúde financeira das famílias dos paroquianos, o pagamento dos funcionários da paróquia e da chancelaria a curto e longo prazo, e com a possibilidade de cortar programas paroquiais e diocesanos existentes.

Duas formas principais pelas quais as dioceses têm respondido a essas dificuldades são ajudando as paróquias a se candidatarem a programas federais e estaduais e encorajando os paroquianos a considerar a doação eletrônica em substituição às coletas de ofertório de suas paróquias.

“O que dioceses e eparquias têm sido relativamente menos propensas a considerar também é importante: o fechamento de algumas escolas primárias, escolas secundárias ou paróquias católicas (45%, 26% e 26%, respectivamente, o fizeram ou estão pensando em fazê-lo)”, afirmou o Centro de Pesquisa.

Tags:
CoronavírusIgreja CatólicaPandemia

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Top 10
1
BEATRIZ
Reportagem local
Mistério do sumiço de uma mulher em Aparecida já dura 9 anos
2
Pe. Zezinho
Reportagem local
Pe. Zezinho faz alerta sobre orações de cura e libertação
3
Orfa Astorga
Os erros mais comuns das sogras
4
Berthe and Marcel
Lauriane Vofo Kana
O segredo do casal que tem a união mais longa da França
5
Papa Francisco
Francisco Vêneto
Papa reafirma: casamento sacramental é só entre homem e mulher
6
Exorcista padre Gabriele Amorth
Gelsomino Del Guercio
Os assombrosos diálogos entre o diabo e um exorcista do Vaticano
7
Aleteia Brasil
O dia em que os cães farejadores detectaram Alguém vivo no Sacrár...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia