Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Quarta-feira 28 Outubro |
São Sálvio
home iconEstilo de vida
line break icon

Perdi minha aliança de casamento. E agora?

Pexels | CC0

Marzena Wilkanowicz-Devoud - publicado em 24/09/20

5 dicas para te ajudar a encontrar esse objeto que tem o poder de livrar os relacionamentos da ação de Satanás

As histórias que terminam com final feliz são comoventes. É o caso da saga de Francine e Émile, um casal belga que vive junto há 59 anos. Alguns meses depois do casamento, Émile, que é agricultor, perdeu sua aliança no campo e não conseguiu mais encontrá-la. Porém, um pesquisador de metais da região achou o objeto recentemente.

A alegria agricultor, que tem 81 anos, foi ainda maior quando ele notou que os nomes e a data do matrimônio gravados no anel estavam perfeitamente legíveis.

Embora Francine e Émile tenham esperado quase 60 anos para reencontrar a aliança, há muitos outros exemplos que mostram que não é preciso ficar revirando bravamente o sofá para achar o objeto; mais importante é manter a calma para procurar.

Separamos alguns conselhos para colocar todas as probabilidades a seu favor na hora de recuperar a aliança perdida.

1Confie na sua memória

Segundo os cientistas, nosso cérebro tem um “modo busca”, ou seja, ele é capaz de concentrar-se na tarefa de encontrar um objeto perdido. Na prática, é preciso recorrer mentalmente o caminho feito no seu dia, lembrando dos momentos em que o objeto agora perdido aparecia.

A primeira causa de perda de uma aliança é o fato de ela se deslizar do dedo pelo efeito da água. Neste caso, tente desenroscar o sifão da pia onde você costuma lavar as mãos e veja se o anel está enroscado por lá.

Perder a aliança em piscinas, lagos e no mar também é comum. Neste caos, procure o setor de achados e perdidos de clubes ou veja os anúncios em sites da sua região. Geralmente quem acha uma aliança costuma postar a foto para tentar encontrar o dono.

Também é importante verificar bolsos, mangas e forros. As alianças podem se enroscar nos tecidos. Não se esqueça dos sapatos, de arrastar móveis, levantar cobertas. Nunca pense: “é impossível ela estar aqui”. A experiência mostra que a aliança pode ir parar nos lugares mais improváveis.

2Procure no achados e perdidos

Depois de lembrar todo os caminho que você fez com sua aliança e não a reencontrar, entre em contato com todos os lugares por onde você passou. Uma simples ligação telefônica pode ajudar a encontrar o objeto perdido. A maioria dos restaurantes, escritórios executivos, shoppings e lojas têm um departamento de achados e perdidos. Se um funcionário achou, a probabilidade de ele guardar a sua aliança é grande. 

3Publique nas redes sociais

As redes sociais, nos últimos anos, se tornaram grandes aliados na busca de objetos valiosos perdidos. Há, inclusive, grupos no Facebook dedicados a alianças de casamento perdidas e encontradas.

Os pequenos anúncios podem dar a volta ao mundo em poucas horas. As comunidades de ajuda mútua permitem transmitir a informação muito mais rapidamente e colocam em contato os desafortunados proprietários com seus salvadores inesperados.

4Informe sua paróquia

Como a aliança é um símbolo religioso, algumas pessoas têm o hábito de entregar a aliança na paróquia mais próxima. Por isso, vale a pena passar na igreja que fica perto dos lugares que você percorreu no dia em que perdeu o objeto.

5Faça uma oração a Santo Antônio

Santo Antônio é muito procurado por quem perdeu algum objeto. Aqui está uma oração conhecida por sua grande eficácia:

“Glorioso Santo Antônio, tu exerceste o divido poder de encontrar coisas pedidas. Ajuda-me a encontrar a graça de Deus e a me tornar Seu devoto. Permite-me encontrar o que perdi e, desta maneira, ensina-me a graça da tua bondade. Amém.”




Leia também:
Sabia que a aliança de casamento pode ter a força de um exorcismo?

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Tags:
Casamento
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
Philip Kosloski
3 poderosos sacramentais para ter na sua casa
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
Aleteia Brasil
O milagre que levou a casa da Virgem Maria de...
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
Pe. Zezinho
Francisco Vêneto
Duas emissoras brasileiras deturpam fatos em ...
Reportagem local
Corpo incorrupto de Santa Bernadette: o que o...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia