Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Terça-feira 27 Julho |
Santo Austindo
home iconAtualidade
line break icon

Passa bem a recém-nascida achada por cachorro em rodovia do interior de SC

Polícia Militar de Santa Catarina / Divulgação

Aleteia Brasil - publicado em 28/09/20 - atualizado em 28/09/20

Ocupantes de um caminhão são suspeitos do crime de abandono

Recebeu alta hospitalar e recupera-se bem a bebê que foi abandonada recém-nascida num ponto de ônibus junto à rodovia SC-157, em Quilombo, no Oeste de Santa Catarina, na tarde de terça-feira passada, 22 de setembro.

A menina teria sido abandonada pelos ocupantes de um caminhão que parou no local durante cerca de 10 minutos, por volta das 9 horas da manhã. Uma moradora de uma propriedade rural das proximidades contou ter visto o veículo, mas, por se tratar de uma rodovia movimentada, não deu maior atenção.

Um de seus cachorros, porém, começou pouco depois a latir insistentemente e a chamar sua atenção para o ponto de ônibus. A mulher foi até o local e encontrou a bebê enrolada num pano, ainda com a placenta e o cordão umbilical junto ao corpo. Ela levou a bebê para casa e, como não tinha leite no momento, fez um chá para alimentá-la e acionou a Polícia Militar.

A menina foi avaliada pela equipe do Hospital São Bernardo, mantido pela congregação dos padres camilianos em convênio com o poder público. Os exames clínicos realizados pela médica plantonista confirmaram que, felizmente, a bebê está em ótimas condições de saúde.

O delegado Alexander Meurer instaurou inquérito policial para investigar o crime de abandono e identificar os pais da menina, embora a polícia conte com muito poucas informações iniciais.

Abrigada na Casa Lar de Quilombo, a menina está sob responsabilidade da Assistência Social da Infância e Juventude do município de pouco mais de 10 mil habitantes, localizado a cerca de 60 quilômetros de Chapecó. O Conselho Tutelar também acompanha o caso, que despertou grande comoção na pequena comunidade local.


NIEMOWLĘ, KORONAWIRUS

Leia também:
Pe. Zezinho conta o caso de um bebê abandonado, 35 anos depois

Tags:
Bebês
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Top 10
1
Reportagem local
A arrepiante oração de uma mulher no corredor da morte por ser ca...
2
st charbel
Reportagem local
Por acaso não está acontecendo o que São Charbel disse?
3
Aleteia Brasil
Sorrisão e joelhos: 2 pais brasileiros e seus bebês que emocionar...
4
CROSS;
Reportagem local
O que significa o sinal da cruz feito sobre a testa, os lábios e ...
5
JENNIFER CHRISTIE
Jeff Christie
Minha mulher engravidou de um estuprador – e eu acolhi o bebê nas...
6
CONFESSION, PRIEST, WOMAN
Julio De la Vega Hazas
Por que não posso me confessar diretamente com Deus?
7
Anna Gębalska-Berekets
O que falar (e o que não falar) a um ente querido com câncer
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia