Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Sexta-feira 23 Julho |
Bem-aventurada Joana de Orvieto
home iconReligião
line break icon

Papa: a verdadeira autoridade é servir, e não explorar os outros

Antoine Mekary | ALETEIA

Reportagem local - publicado em 04/10/20

“Em cada época, aqueles que têm autoridade, qualquer autoridade, mesmo na Igreja, no povo de Deus podem ser tentados a fazer o seu interesse em vez do interesse de Deus"

O Papa Francisco falou hoje sobre a verdadeira autoridade, antes de rezar o Angelus com os fiéis e peregrinos na Praça São Pedro.

No Evangelho deste domingo, prevendo a sua paixão e morte, “Jesus conta a parábola dos vinhateiros homicidas, para admoestar os chefes dos sacerdotes e os anciãos do povo que estão prestes a tomar o caminho errado. Estes, de fato, têm más intenções em relação a ele e procuram formas de eliminá-lo”.

“A narração alegórica descreve um patrão que, depois de ter cuidado muito da sua vinha, tendo de partir a confia aos agricultores. Depois, no tempo da colheita, ele envia alguns servos para recolher os frutos; mas esses vinhateiros recebem os servos com bastões e alguns até os matam”, disse o Papa.

O patrão envia outros servos, mais numerosos, mas eles recebem o mesmo tratamento. O ápice é atingido quando o patrão decide enviar o seu filho: os vinhateiros não o respeitam, pelo contrário, pensam que ao eliminá-lo poderão tomar conta da vinha, e por isso o matam também.

Deus envia

Francisco acrescentou:

A imagem da vinha é clara: representa o povo que o Senhor escolheu e formou com tanto cuidado e amor; os servos enviados pelo patrão são os profetas, enviados por Deus, enquanto o filho é a figura de Jesus. E tal como os profetas foram rejeitados, assim também Cristo foi rejeitado e morto.

No final da narração, Jesus pergunta aos chefes do povo: “Quando vier o dono da vinha, o que fará ele a estes agricultores? E eles, tomados pela lógica da narrativa, pronunciam eles mesmos a sua própria condenação: o patrão – dizem – castigará severamente os malvados e confiará a vinha “a outros agricultores, que lhe entregarão os frutos no tempo certo”.

Responsabilidade

Com esta parábola muito dura, Jesus coloca os seus interlocutores diante de suas responsabilidades, e o faz com extrema clareza. Mas não pensemos que esta admoestação vale apenas para aqueles que rejeitaram Jesus naquele momento. Vale para todos os tempos, também para o nosso. Ainda hoje Deus espera os frutos da sua vinha daqueles que enviou para trabalhar nela. Todos nós.

Segundo o Pontífice, “em cada época, aqueles que têm autoridade, qualquer autoridade, mesmo na Igreja, no povo de Deus podem ser tentados a fazer o seu interesse em vez do interesse de Deus. E Jesus diz que a verdadeira autoridade é quando se faz o serviço, é servir, e não explorar os outros. A vinha é do Senhor, não nossa. A autoridade é um serviço, e como tal deve ser exercida, para o bem de todos e para a difusão do Evangelho. É feio ver quando as pessoas com autoridade na Igreja buscam seus próprios interesses”.

Bons trabalhadores

Assim, Francisco disse que São Paulo, na Segunda Leitura da liturgia deste domingo, “nos diz como ser bons trabalhadores na vinha do Senhor: o que é verdadeiro, nobre, justo, puro, amável, honrado; o que é virtude e merece louvor, tudo isto seja objeto diário do nosso compromisso”.

Esta é a atitude da autoridade e também de cada um de nós, porque cada um de nós, em nosso pequeno círculo, tem uma certa autoridade. Deste modo, nos tornaremos uma Igreja cada vez mais rica de frutos de santidade, daremos glória ao Pai que nos ama com infinita ternura, ao Filho que continua a nos dar a salvação, ao Espírito que nos abre o coração e nos impele para a plenitude do bem.




Leia também:
“Fratelli tutti”, sobreviventes e refugiados da pandemia

(Com Vatican News)

Tags:
AngelusPapa Francisco
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
Aleteia Brasil
Sorrisão e joelhos: 2 pais brasileiros e seus bebês que emocionar...
2
CROSS;
Reportagem local
O que significa o sinal da cruz feito sobre a testa, os lábios e ...
3
Reportagem local
A arrepiante oração escrita pela mulher que está no corredor da m...
4
PRIEST-EUCHARIST-ELEVATION-HOST
Philip Kosloski
O que devemos rezar quando o padre eleva a hóstia e o cálice?
5
Mãe de Nina Rios, Fernanda Rocha Kanner exclui redes sociais da filha
Reportagem local
Brasil: médica exclui redes sociais da filha e recebe ataques e e...
6
Papa Francisco
Reportagem local
Papa: como não culpar Deus diante da morte de um ente querido
7
JENNIFER CHRISTIE
Jeff Christie
Minha mulher engravidou de um estuprador – e eu acolhi o bebê nas...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia